Habitação vitalícia traz “custos brutais”

  • ECO
  • 20 Março 2019

A ALP alerta para custos "brutais" implicado no novo regime de habitação vitalícia, tanto para proprietários (por via do IRS), como para os moradores (por via da caução).

O texto colocado pelo Executivo de António Costa em consulta pública para criar o Direito de Habitação Duradoura (DHD) vai ter custos “brutais” para proprietários e inquilinos. Isto segundo os cálculos da Associação Lisbonense de Proprietários (ALP), que explica à TSF que os moradores passam a ficar obrigados a pagar o Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT) pela caução de 10% a 20% do valor do imóvel. Essa caução fará, por outro lado, aumentar o IRS a pagar pelos donos das casa.

Em causa está a criação de um novo regime entre o arrendamento e a compra que dá direito a viver de forma vitalícia numa casa. A ALP sublinha que o decreto-lei em consulta pública ainda tenta isentar esta caução do IRS dos proprietários, mas tal não pode ser feito sem que a Assembleia da República altere o Código deste imposto.

Apesar de este regime pretender dar às famílias uma habitação mais estável (mediante pagamento ao proprietário da tal caução e de uma prestação por cada mês de duração de contrato), a Associação Nacional de Proprietários já fez saber que não está nada otimista.

Já a Associação Portuguesa de Proprietários acredita no sucesso do diploma, reconhecendo que o novo regime terá mais custos com impostos, mas notando que este instrumento se destina sobretudo a fundos de investimento imobiliário e não ao pequeno senhorio.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Habitação vitalícia traz “custos brutais”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião