Ironhack organiza viagem a U/X. Passaporte é carimbado em workshops

IronHack organiza, com o apoio da Beta-i, semana dedicada à user experience. Objetivo é redesenhar carreiras.

Mal chegou a Lisboa e já está a deixar marca. A espanhola Ironhack, escola de programação que, tal como o ECO adiantou, chegou a Lisboa em novembro deste ano, quer deixar carimbos nos passaportes. Para isso, está a organizar uma “viagem” de uma semana no mundo da user experience ou, como dizem os especialistas, “U/X”.

No programa de cinco dias estão incluídos temas como empatia, design, wireframing e redesenho de carreira. Mas há mais. É que cada talk converte-se num selo para colar no passaporte fornecido no início do evento. A cada um dos selos corresponde uma bolsa [atribuída após uma entrevista final] com acesso a um bootcamp de nove semanas da Ironhack.

Assim, a assistência a um evento equivale a bolsa de 600 euros, dois eventos a 700 euros, três eventos a 800 euros, quatro eventos a 900 euros e cinco eventos a 1000 euros podendo depois ser subtraídos esses valores ao preço total do curso.

Os eventos são gratuitos, com a exceção do dia 1 e 3, dedicados aos workshops, que terão um custo de 7,71€ por dia.

A Ironhack é a n.º 2 a nível global em coding e n.º1 em U/X, segundo a qualidade de reviews. O primeiro curso da escola de programação, fundada em Madrid em 2013, em território nacional arrancou em março.

Comentários ({{ total }})

Ironhack organiza viagem a U/X. Passaporte é carimbado em workshops

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião