Abril traz fortes ganhos à bolsa. Lisboa sobe 1%

Acompanhando as tendência sentida no resto da Europa, Lisboa encerrou a primeira sessão do mês a valorizar 1%. As retalhistas e as papeleiras foram as que mais puxaram pelo PSI-20.

A bolsa de Lisboa começou bem o mês de abril. O índice português iniciou a primeira sessão do mês a valorizar 0,60% e encerrou a negociação também em terreno positivo, com um ganho de 1%. As papeleiras e as retalhistas puxaram pelo mercado acionista português, que acompanhou a tendência observada no resto da Europa. O BCP ganhou mais de 1%.

Com a maioria das cotadas a registarem ganhos, o índice de referência português, o PSI-20, encerrou a sessão a valorizar 1,00% para 5.258,41 pontos. Nas restantes praças europeias, o sentimento foi idêntico, com o Stoxx 600 a somar 1,18% para 383,60 pontos. O espanhol IBEX avançou 1,19%, enquanto o alemão DAX valorizou 1,42% e o francês CAC ganhou 1,03%.

Por cá, foram apenas duas as empresas cotadas que encerraram em queda — a Pharol e a Corticeira Amorim –, sendo que a Pharol foi a que mais desvalorizou: 1,87% para 0,1894 euros. Por outro lado, a estrela da sessão foi a Mota-Engil. Os títulos da construtora dispararam 3,82% para 2,118 euros.

Já as retalhistas e as papeleiras foram as cotadas que deram o maior contributo para o bom desempenho do PSI-20. A Sonae encerrou a negociação a valorizar 2,33% para 0,9435 euros, enquanto os títulos da Jerónimo Martins — mais timidamente — subiram 0,30% para 13,19 euros.

As papeleiras terminaram a sessão com um comportamento semelhante. Os títulos da Navigator valorizaram 1,91% para 4,158 euros, enquanto as ações da Semapa subiram 1,10% para 14,68 euros e as da Altri registaram ganhos na ordem dos 0,93% para 7,045 euros.

Entre os “pesos pesados”, além da Jerónimo Martins, nota positiva também para a Galp Energia, que ganhou 1,3%, mas também a EDP Renováveis e a EDP, com ganhos de mais de 1% e 0,6%, respetivamente. O BCP, por seu lado, somou 1,09% no dia em que a Moody’s elevou o rating, mantendo-o, contudo, a dois níveis da saída de “lixo”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Abril traz fortes ganhos à bolsa. Lisboa sobe 1%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião