Escolher um mau PPR pode fazer-lhe “perder” 790 euros/ano por cada 10.000 euros investidos

Escolher um mau PPR pode fazer-lhe "perder" 790 euros por ano por cada 10.000 euros investidos. O alerta é da Deco, que recomenda aos portugueses simularem antes de subscreverem.

Os portugueses que aplicam poupanças em PPR podem estar a perder dinheiro por não escolherem o plano mais rentável. O alerta é da Deco Proteste, que garante ter conseguido obter uma rentabilidade de 6,7% ao ano, que compara com a rentabilidade média de 0,9% alcançada pelos fundos PPR nos cinco anos até 2017.

Ou seja, contas feitas, os aforradores podem ter “perdido” 580 euros por ano, em média, “por não terem elegido a melhor opção”, segundo a revista. E, no limite, a discrepância de ganhos entre o fundo PPR mais rentável e o menos rentável resultou em “perdas” de 790 euros ao ano para os investidores portugueses, calculou a associação de defesa do consumidor.

“Tratando-se de uma poupança de longo prazo, pequenas diferenças de rendimento repetidas ao longo de vários anos ou décadas podem representar milhares de euros perdidos”, alerta a Deco Proteste. Uma pequena diferença, como um produto que renda 3% e um produto que renda 4%, resulta numa “diferença de quase 11 mil euros no montante acumulado” quando o aforrador chegar à idade da reforma, calcula a Deco.

Numa altura em que existem quase 700 PPR e um montante total aplicado superior a 19 mil milhões de euros, a associação decidiu lançar um simulador para permitir aos portugueses uma comparação mais detalhada na hora de escolher o fundo em que investir. Chama-se “Ganhe Mais no PPR” e está disponível aqui. A opção mais aconselhada são os fundos PPR, em detrimento dos produtos sob a forma de seguro.

“Quase 17 mil milhões estão canalizados para PPR sob a forma de seguro, enquanto o restante valor está nos fundos PPR, que investem em ativos mais arriscados, como as ações. Só em 2018, foram, investidos quase 3,5 mil milhões de euros: um crescimento acima de 55% em relação ao ano anterior”, informa a Deco.

Ora, os seguros PPR têm menor risco e garantem o capital, mas os retornos são “tímidos” e não muito diferentes dos depósitos a prazo, alerta a Deco Proteste. Além disso, pagam comissões altas e há uma “falha” na transparência, pois “as seguradoras apenas divulgam o rendimento dos produtos uma vez por ano”.

Comentários ({{ total }})

Escolher um mau PPR pode fazer-lhe “perder” 790 euros/ano por cada 10.000 euros investidos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião