Regulador norueguês mantém impasse. Aprova ambos concorrentes pela bolsa de Oslo

Tanto a Euronext como o Nasdaq receberam o selo de 'fit and proper' pelas ofertas para a aquisição da Oslo Børs. O ministério das Finanças da Noruega terá assim a palavra final.

O impasse sobre o futuro da bolsa de Oslo mantém-se depois de ambos candidatos à aquisição terem sido aprovados esta segunda-feira pela autoridade de supervisão da Noruega. Os operadores de mercados Euronext e Nasdaq receberam ambos o selo de fit and proper, o que significa que a decisão final passa para o Ministério das Finanças norueguês.

“A Euronext está convencida que é o melhor comparador para a bolsa de Oslo e agradece a recomendação positiva da autoridade de supervisão financeira ao ministério das Finanças”, disse o CEO do grupo gestor das bolsas de valores de Paris, Lisboa, Amesterdão, Bruxelas e Dublin, em comunicado.

A Euronext é detentora de 8,1% das ações da Oslo Bors e tinha já anunciado que detentores de 45% das restantes ações se comprometeram em vender, o que lhe garante 53,1% do capital e vantagem sobre o Nasdaq.

A questão não é, no entanto, linear. Tanto o board da bolsa como os dois maiores acionistas — o grupo financeiro DNB e o fundo de pensões KLP, que detém 20% e 10% do capital, respetivamente — apoiam a oferta norte-americana. “Anunciados que fomos considerados fit em proper pela Autoridade de Supervisão Financeira da Noruega”, anunciou também esta segunda-feira o Nasdaq.

“Confirmamos que fomos notificados e que tanto a Euronext como o Nasdaq foram considerados idóneos e competentes”, afirmou fonte oficial do ministério, citado pela Reuters. O Governo norueguês tem agora até dia 14 de maio para se pronunciar sobre o assunto, mas poderá prolongar o prazo por 20 dias úteis caso faça um pedido de mais informações aos oferentes.

A luta pela aquisição de uma das últimas bolsas independentes do norte da Europa começou na véspera de Natal, quando a Euronext tornou público o lançamento da oferta. O anúncio aconteceu poucas semanas depois de um grupo de acionista ter contratado um banco de investimento para encontrar comprador para a participação conjunta pelo que a oferta da Euronext já vinha com o apoio de grande parte dos acionistas.

Ainda assim, o conselho de administração convidou outros investidores a fazerem propostas, o que levou o Nasdaq a fazer uma contraproposta. Em março, a gestora norte-americana subiu o preço para igualar a proposta da concorrente europeia: 158 coroas norueguesas (cerca de 16,11 euros) por ação da Oslo Børs. A proposta total é de 6,8 mil milhões de coroas norueguesas (cerca de 695 milhões de euros).

Comentários ({{ total }})

Regulador norueguês mantém impasse. Aprova ambos concorrentes pela bolsa de Oslo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião