Talkdesk está a contratar. Procura 50 trabalhadores para centro de suporte

A unicórnio Talkdesk está à procura de 50 trabalhadores para o seu novo centro de suporte ao cliente, no Porto. O centro será instalado nos escritório da empresa no Porto.

A terceira startup portuguesa a conquistar o título de “unicórnio” prepara-se para abrir um novo centro de suporte 24 horas no Porto e, por isso, está à procura de 50 novos trabalhadores. Fundada em 2011, a Talkdesk já conta com uma equipa na Invicta, que é atualmente constituída por 80 colaboradores.

“Para a Talkdesk, o atendimento ao cliente é prioritário e estamos focados em ajudar os nossos clientes a fazê-lo da melhor forma, pelo que queremos assegurar que somos o exemplo vivo da nossa mensagem“, explica o diretor-geral da empresa, que se especializa no desenvolvimento de software baseado em cloud para centros de contato. Em comunicado, Marco Costa explica que o número de clientes tem crescido de forma “bastante acentuada”, daí o investimento neste novo centro de suporte, cuja inauguração está marcada para o próximo mês.

Em causa está um linha de apoio ao cliente, que funcionará 24 horas por dia, sete dias por semana, de modo a “adicionar qualidade e capacidade de resposta à já existente oferta de suporte”. O Porto foi a cidade escolhida, uma vez que a empresa já tem presença na Invicta, com uma equipa atualmente constituída por 80 colaboradores. A estes, deverão juntar-se mais 50.

Esta aposta deverá, de resto, reforçar a “fiabilidade” do produto da Talkdesk e consolidar a liderança da startup no setor, lê-se ainda no comunicado.

Foi em outubro do ano passado que a Talkdesk conquistou o título de terceiro “unicórnio made in Portugal”, depois da Farfetch (em 2017) e da OutSystems (em 2018). A empresa fundada por Tiago Paiva e Cristina Fonseca fechou uma ronda de financiamento de 100 milhões de dólares, passando a estar avaliada em 1,2 mil milhões de dólares, o que a colocou nessa mítica categoria. A Talkdesk foi a empresa portuguesa a atingir mais rapidamente esta valorização.

Comentários ({{ total }})

Talkdesk está a contratar. Procura 50 trabalhadores para centro de suporte

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião