Arbitrare e ANJAP assinam protocolo de cooperação

As duas organizações vão colaborar mutuamente, na participação e divulgação de conferências, cursos ou ações de formação sobre meios de resolução alternativa de litígios, mediação e arbitragem.

O Arbitrare e a Associação Nacional de Jovens Advogados Portugueses (ANJAP) assinaram um protocolo de cooperação, no passado dia 5 de abril. A ideia passa pelas duas organizações colaborarem mutuamente, na participação e divulgação de conferências, cursos ou ações de formação sobre meios de resolução alternativa de litígios, mediação e arbitragem.

Na cerimónia de assinatura deste protocolo estiveram presentes, em representação das duas instituições, Filipe Bismarck e Bernardo Carvalho, presidente e vogal da Direção Nacional da ANJAP, respetivamente. E ainda Márcia Martinho da Rosa, coordenadora da Comissão de Propriedade Intelectual e Novas Tecnologias da ANJAP, e Joana Borralho de Gouveia, presidente da direção do Arbritare.

O Arbitrare defende o “papel fundamental do advogado na prescrição dos meios de resolução alternativa de litígios” e, por esse motivo, considera importante a divulgação desses meios como “sendo céleres, seguros e eficazes”, pode ler-se em comunicado.

A ANJAP, fundada em 2001, representa jovens advogados e advogados estagiários portugueses. Tem uma estrutura de apoio, de divulgação, interconexão e partilha entre estes. Também procura, através da Comissão de Propriedade Intelectual e Novas Tecnologias, potenciar e desenvolver estas áreas.

Comentários ({{ total }})

Arbitrare e ANJAP assinam protocolo de cooperação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião