Uber vai para a bolsa avaliada em 100 mil milhões. Estreia-se em Nova Iorque no início de maio

  • ECO
  • 11 Abril 2019

O IPO mais aguardado do ano vai finalmente acontecer. A Uber já oficializou junto do regulador o pedido para entrar em bolsa nos Estados Unidos. Está avaliada em cem mil milhões de dólares.

A Uber já oficializou junto do regulador norte-americano o pedido para entrar em bolsa, avança a CNBC (acesso livre, conteúdo em inglês). A empresa está avaliada entre 90 e cem mil milhões de dólares.

A ida para a bolsa, que está prevista para o início de maio, vai permitir aos investidores terem uma primeira visão global das contas da empresa que em 2018 anunciou receitas de 11,27 mil milhões de dólares e um EBITDA negativo de 1,85 mil milhões de dólares. Esta vai ser a maior operação de dispersão de capital em bolsa do ano em Wall Street e uma das maiores de sempre, podendo mesmo destronar o Facebook como protagonista da maior entrada na bolsa de Nova Iorque por parte de uma empresa do setor tecnológico.

A Reuters esta semana avançou que a Uber planeia vender cerca de dez mil milhões de dólares (8,9 mil milhões de euros) em ações da empresa com uma avaliação que oscila entre 90 e 100 mil milhões de dólares. Inicialmente, alguns bancos de investimento tinham dito à Uber que a empresa poderia valer cerca de 120 mil milhões de dólares.

A Uber vai assim seguir as pisadas da rival Lyft, cujas ações começaram a negociar no final do mês passado. Ambas as empresas registaram perdas significativas. Na documentação agora divulgada a Uber que espera que os custos operacionais “aumentem significativamente num futuro próximo ” e alertou que “pode não ser lucrativa”.

A empresa, que será listada em Nova Iorque com o símbolo “UBER”, tem previstas uma série de apresentações aos investidores, que deverão começar a 29 de abril, de acordo com a Reuters. Neste roadshow a plataforma de transporte em veículos descaracterizados vai tentar convencer os investidores usando como argumento o facto de ser um dos maiores players em muitos dos mercados em que opera.

A IPO da Uber tem sido muito aguardada pelos investidores e pelo setor tecnológico. Não só pela dimensão da operação, mas também porque a Uber é uma das mais proeminentes empresas que nasceram no seio de Silicon Valley. Será, por isso, um teste ao mercado, mesmo depois de outras empresas do mesmo meio terem chegado à bolsa, como foi o caso da Snap, dona da rede social Snapchat, em março de 2017.

(Notícia atualizada)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Uber vai para a bolsa avaliada em 100 mil milhões. Estreia-se em Nova Iorque no início de maio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião