Há mais um banco a entrar na “guerra”. EuroBic baixa spread da casa para 1,2%

  • ECO
  • 15 Abril 2019

A "guerra" dos spreads continua ao rubro. Depois do Crédito Agrícola, Santander Totta e do Montepio, agora é a vez do EuroBic baixar a taxa dos empréstimos para compra de casa.

Há mais um banco a entrar na “guerra” dos spreads. Depois do Crédito Agrícola, Santander Totta e do Montepio, agora foi a vez de o EuroBic baixar a taxa dos empréstimos para compra de casa. O banco liderado por Teixeira dos Santos deixou de ter a taxa mais alta, passando a estar no grupo das instituições mais baratas, apresentando agora um spread mínimo de 1,2%.

A informação consta no preçário do banco que entrou em vigor na passada sexta-feira, tendo sido avançada inicialmente pelo Jornal de Negócios esta segunda-feira (acesso livre).

O EuroBic cortou a margem mínima que cobra para financiar a compra de casa para os 1,2%, depois de esta ter estado fixada em 1,49% durante um ano.

Spreads mínimos em dez bancos

Fonte: Preçários dos bancos

O novo spread mínimo é agora mais baixo do que a margem mínima exigida pelos grandes bancos. O EuroBic deixou de ser o mais “caro”, superando instituições como a CGD (1,3%), o BCP, Novo banco e BPI que exigiam o mínimo de 1,25%.

O banco liderado por Teixeira dos Santos passou assim a igualar o spread mínimo do Santander Totta e do Crédito Agrícola, duas das últimas instituições a reverem em baixa as suas margens, o que aconteceu em março.

Com a recente mexida, o EuroBic torna-se, aliás, no quinto banco que este ano já reviu em baixa a margem mínima para financiar a compra de casa.

Antes do EuroBic, do Santander Totta e do Crédito Agrícola, também o BPI e o Montepio tinham dado passos semelhantes em 2019. O banco liderado por Pablo Forero colocou o seu spread mínimo nos 1,25% em fevereiro. Em março, o banco liderado por Dulce Mota colocou a sua margem mínima nos 1,175% no âmbito de uma campanha promocional que termina em setembro e que se enquadra no âmbito dos 175 anos do banco.

No quadro atual, para além desta campanha do Montepio, apenas existem dois bancos a exigirem spreads mínimos inferiores ao do EuroBic. Nomeadamente, o Banco CTT e o Bankinter, onde vigoram spreads mínimos de 1,1% e 1%, respetivamente.

(Notícia atualizada)

Comentários ({{ total }})

Há mais um banco a entrar na “guerra”. EuroBic baixa spread da casa para 1,2%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião