Direto “Já amanhã, a dívida pública vai começar a descer em termos nominais”, garante Centeno

Com excedente nas contas públicas e com a economia a crescer quase sempre abaixo de 2%. Este é o cenário até 2023. Mário Centeno deixa documento com liberdade para programas eleitorais.

O Parlamento discute esta quarta-feira o último Programa de Estabilidade do Governo de António Costa. Mário Centeno deixa um cenário com contas públicas equilibradas mas com a economia a crescer menos em resultado do abrandamento mundial. Na mesma sessão são discutidos os projetos de resolução do PSD, CDS e PCP de oposição ao documento do Executivo. Acompanhe aqui o debate em direto.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

“Já amanhã, a dívida pública vai começar a descer em termos nominais”, garante Centeno

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião