Nota de 50 dólares australianos impressa com erro… 46 milhões de vezes

  • ECO
  • 9 Maio 2019

O banco central australiano imprimiu 46 milhões de novas notas de 50 dólares com um erro ortográfico. A correção será feita na próxima impressão.

A nota de 50 dólares australianos foi impressa com um erro ortográfico… 46 milhões de vezes. A “nova e melhorada” nota foi lançada em outubro do ano passado, com novas tecnologias de forma a melhorar a acessibilidade e evitar falsificações, mas não resistiu a um erro ortográfico.

O problema está na palavra “responsability” (responsabilidade) que foi erradamente impressa como “responsibilty”. A palavra aparece em tamanho minúsculo e faz parte de uma frase proferida no primeiro discurso de Edith Cowan, a primeira mulher do Parlamento australiano. “É uma grande responsabilidade ser a única mulher aqui e quero enfatizar a necessidade que existe de outras mulheres estarem aqui”, lê-se nesse discurso.

Esta quinta-feira, um porta-voz do Reserve Bank, o banco central da Austrália, referiu que o banco estava “consciente do erro” que tinha sido cometido nas 46 milhões de notas impressas e que a ortografia vai ser “corrigida na próxima impressão”, diz, citado pelo The Guardian.

As novas notas de 50 dólares australianos contam com uma característica tátil de quatro saliências que ajudam as pessoas a identificá-la. Todas as notas têm tamanhos e cores diferentes, tal como acontece com as de euro. As notas de 50 e dez dólares já começaram a circular e, em outubro deste ano, será a vez das de 20 dólares australianos.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Nota de 50 dólares australianos impressa com erro… 46 milhões de vezes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião