Nota de 50 dólares australianos impressa com erro… 46 milhões de vezes

  • ECO
  • 9 Maio 2019

O banco central australiano imprimiu 46 milhões de novas notas de 50 dólares com um erro ortográfico. A correção será feita na próxima impressão.

A nota de 50 dólares australianos foi impressa com um erro ortográfico… 46 milhões de vezes. A “nova e melhorada” nota foi lançada em outubro do ano passado, com novas tecnologias de forma a melhorar a acessibilidade e evitar falsificações, mas não resistiu a um erro ortográfico.

O problema está na palavra “responsability” (responsabilidade) que foi erradamente impressa como “responsibilty”. A palavra aparece em tamanho minúsculo e faz parte de uma frase proferida no primeiro discurso de Edith Cowan, a primeira mulher do Parlamento australiano. “É uma grande responsabilidade ser a única mulher aqui e quero enfatizar a necessidade que existe de outras mulheres estarem aqui”, lê-se nesse discurso.

Esta quinta-feira, um porta-voz do Reserve Bank, o banco central da Austrália, referiu que o banco estava “consciente do erro” que tinha sido cometido nas 46 milhões de notas impressas e que a ortografia vai ser “corrigida na próxima impressão”, diz, citado pelo The Guardian.

As novas notas de 50 dólares australianos contam com uma característica tátil de quatro saliências que ajudam as pessoas a identificá-la. Todas as notas têm tamanhos e cores diferentes, tal como acontece com as de euro. As notas de 50 e dez dólares já começaram a circular e, em outubro deste ano, será a vez das de 20 dólares australianos.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Nota de 50 dólares australianos impressa com erro… 46 milhões de vezes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião