Portugal com maior recuo homólogo na produção industrial em março

  • Lusa
  • 14 Maio 2019

O indicador recuou 0,6% na zona euro e avançou 0,4% na União Europeia, segundo o Eurostat. Em Portugal caiu 7,9%.

Portugal registou a maior quebra homóloga na produção industrial (-7,9%) em março, tendo o indicador recuado 0,6% na zona euro e avançado 0,4% na União Europeia (UE), segundo o Eurostat.

Já face a fevereiro, a produção industrial caiu 0,3% nos países da moeda única e 0,1% no conjunto dos 28 Estados-membros.

Portugal registou o maior recuo homólogo (-7,9%), seguido de Malta (-3,6%) e de Espanha (-3,4%), enquanto as maiores subidas ocorreram na Irlanda (22,1%), na Polónia (8,0%) e na Hungria (7,9%).

Segundo o gabinete estatístico europeu, na variação em cadeia os maiores recuos na produção industrial foram identificados em Malta (-3,7%), na Grécia (-2,7%) e na Suécia (-2,3%) e as principais subidas na Lituânia (3,5%), na Dinamarca (1,8%) e na Eslováquia (1,2%). Em Portugal, o indicador recuou 1,3% entre fevereiro e março.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal com maior recuo homólogo na produção industrial em março

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião