Unbabel faz 6 anos. Para a festa vêm os gigantes Microsoft, Google, Vimeo, Booking e Expedia

Entre os "convidados" para a festa dos seis anos da Unbabel estão nomes como a Microsoft, a Google ou a Vimeo mas também há palco para as startups portuguesas Attentive, Cleverly e Vantta.

Depois do sucesso da festa dos cinco anos, a Unbabel repetir a dose no sexto aniversário. A startup vai voltar a reunir, em Lisboa, algumas das maiores empresas do mundo em costumer experience. A ideia é juntar nomes como a Microsoft, a Google, a Vimeo, a easyJet, a Expedia ou a Booking.com, entre outras, numa conferência na capital portuguesa.

Esta é a primeira conferência que a startup portuguesa, que desenvolveu uma solução que junta a inteligência artificial com edição pós-humana à tradução automática, organiza dedicada ao cliente. Vai chamar-se Costumer Centric Conference (CCC) e decorre no Suspenso, em Lisboa, no dia 6 de junho, avança a empresa em comunicado.

Mas o palco não será apenas para gigantes: a Unbabel também reservou um lugar de destaque para a startups portuguesas Attentive, Cleverly e Vantta, segundo comunicado.

“A nossa Customer Centric Conference é a reunião das melhores mentes sobre a experiência do cliente que existem atualmente e que querem derrubar barreiras globais para que todos os que compram um produto ou serviço tenham acesso ao melhor apoio e suporte ao cliente”, explica Vasco Pedro, CEO e cofundador da Unbabel, sublinhando o foco estratégico do evento “na inovação e na tecnologia de atendimento ao cliente”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Unbabel faz 6 anos. Para a festa vêm os gigantes Microsoft, Google, Vimeo, Booking e Expedia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião