Reembolso médio de IRS supera os mil euros

  • ECO
  • 31 Maio 2019

Segundo os dados das Finanças, no primeiro mês de campanha de IRS, cada família recebeu, em média, um reembolso de 1.061 euros, mais 11,2% do que em 2017.

Durante o primeiro mês de entrega do Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Singulares (IRS), as famílias receberam, em média, um reembolso de 1.061 euros. De acordo com os números do Ministério das Finanças, revelados esta sexta-feira pelo Jornal de Negócios (acesso condicionado), o reembolso médio ultrapassa os valores verificados no ano anterior e, também, o salário médio das famílias portuguesas, que segundo o Instituto Nacional de Estatística, ronda os 912 euros.

Durante o mês de abril — o primeiro dos três meses definidos para a campanha de IRS deste ano — foram reembolsados cerca de 1,19 milhões de contribuintes, num montante de 1,26 mil milhões de euros.

Comparando com os valores devolvidos aos contribuintes em 2017, os reembolsos médios subiram 11,2%. De acordo com os dados que o Ministério das Finanças divulgou na altura, no primeiro mês da campanha de 2017, cada família teve um reembolso médio de 955 euros.

Desde 2013 que os reembolsos de IRS têm subido todos os anos, sendo que este ano prevê-se uma nova subida (com as mexidas faseadas nos escalões), devendo chegar aos 2,9 mil milhões. Recorde-se, contudo, que o valor dos reembolsos demonstra quanto é que o contribuinte adiantou a mais ao Estado através da retenção na fonte.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Reembolso médio de IRS supera os mil euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião