Deutsche Bank transferiu carteira de clientes para o Abanca. Venda está fechada

  • ECO
  • 11 Junho 2019

Durante o fim de semana, o Deutsche Bank Portugal transferiu toda a sua carteira de clientes da área de particulares e de pequenas empresas e os respetivos ativos e colaboradores para o Abanca.

Negócio concluído. Mais de um ano depois de ter sido anunciada a operação, o Deutsche Bank completou a venda das operações de particulares e de pequenas empresas em Portugal ao Abanca. O banco alemão continuará a operar no país ao nível da banca corporativa e de investimento.

“Ao longo do último fim de semana, o Deutsche Bank Portugal transferiu toda a sua carteira de clientes da área de particulares e de pequenas empresas e os respetivos ativos e colaboradores para o Abanca“, refere o banco em comunicado.

O banco alemão explica este desinvestimento, que já tinha sido anunciado em março de 2018, “no âmbito da execução dos objetivos estratégicos do Deutsche Bank permitindo uma menor complexidade orgânica do grupo”.

Apesar da venda das operações ao Abanca, o Deutsche Bank recorda que saiu apenas do negócio de particulares e de pequenas empresas” em Portigal.

O banco “continuará a operar no País através do Deutsche Bank Portugal que desenvolverá atividade ao nível da banca corporativa e de investimento, incluindo Global Transaction Banking, Corporate Finance e Corporate Banking, prestando serviços bancários às empresas nacionais e estrangeiras, ao Estado e demais entidades públicas”, remata.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Deutsche Bank transferiu carteira de clientes para o Abanca. Venda está fechada

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião