OPEP revê em baixa procura mundial de petróleo este ano

  • Lusa
  • 13 Junho 2019

O cartel do petróleo reviu em baixa a previsão relativa à procura mundial de petróleo para 99,86 milhões de barris diários.

A Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) prevê que a procura mundial de crude avance, este ano, para 99,86 milhões de barris diários, menos 70.000 do que o valor estimado no mês anterior, anunciou o cartel do petróleo.

No seu relatório mensal, que foi hoje divulgado, a OPEP apontou assim que a procura mundial vai subir em 1,14 milhões de barris por dia. Por outro lado, o grupo de produtores mantém a previsão de crescimento da economia mundial em 3,2% este ano, mas adverte que o aumento das disputas comerciais, sobretudo entre os Estados Unidos e a China, pode levar a “um menor crescimento a curto prazo”.

Para a OPEP, a tensão comercial entre Washington e Pequim tem provocado alguma incerteza sobre a evolução da economia, o que, por sua vez, levou à alta volatilidade dos preços do petróleo registados nas últimas semanas.

O Presidente norte-americano, Donald Trump, tem vindo a subir gradualmente as taxas alfandegárias impostas a produtos chineses, com o pretexto de querer reduzir o gigantesco défice comercial dos Estados Unidos com a China. Por sua vez, a China, que tem retaliado as medidas dos Estados Unidos, afirma que quer continuar as negociações comerciais, mas recusa a pressão norte-americana.

A produção dos 14 sócios da OPEP caiu em maio em 236.000 barris por dia, impactada, sobretudo, pelo Irão com uma descida de 227.000 barris diários.

Comentários ({{ total }})

OPEP revê em baixa procura mundial de petróleo este ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião