GuestReady levanta seis milhões de dólares em nova ronda de financiamento. Depois de Lisboa e Porto, vai chegar a outras cidades

Três anos depois de ter nascido, a empresa de gestão de alojamento local levantou seis milhões de dólares numa segunda ronda de financiamento. Investimento vai ser usado para expandir os serviços.

Poucos meses depois de ter chegado a Portugal, a GuestReady fechou uma segunda ronda de financiamento, desta vez de seis milhões de dólares (5,4 milhões de euros), levada a cabo por investidores internacionais. Com este novo investimento, a empresa de gestão de Alojamento Local (AL) em plataformas online pretende chegar a mais cidades do país, para além de Lisboa e Porto.

Já são 9,7 milhões os dólares (8,6 milhões de euros) arrecadados pela GuestReady desde que nasceu, há três anos. Desta vez, só de uma vez, foram seis milhões, injetados, maioritariamente, pelo fundo de investimento russo Impulse VC e pela VentureSouq, do Dubai. “O investimento adicional ajudar-nos-á a replicar o nosso sucesso na Europa e noutras geografias”, diz Alexander Limpert, CEO do GuestReady Group, em comunicado.

Equipa GuestReady.D.R.

Para o responsável, o “rápido crescimento” da empresa, o “foco na tecnologia”, a experiência e a equipa ajudaram a conquistar o interesse destes investidores. Entre os novos investidores encontram-se ainda Cornelius Boersch, fundador do Fundo Europeu de Investimento, e outros “investidores individuais com elevado património” da Arábia Saudita e do Dubai.

Além disso, este investimento poderá ser usado para estimular ainda mais o crescimento da empresa. “Portugal é um dos mercados de crescimento mais rápido da GuestReady e com o novo financiamento estamos a explorar as oportunidades de investimento local e novas parcerias, para fortalecer a nossa posição de liderança no mercado e ajudar a expandir os nossos serviços para novas cidades”, acrescenta o responsável da plataforma.

Mas, fora de território nacional, a empresa já tem em vista um ou dois mercados internacionais onde pretende aterrar “em breve”, embora afirme que não pode divulgá-los por enquanto. Atualmente está presente em Portugal, França, China, Malásia e Dubai (onde entrou no ano passado).

Em abril, a GuestReady comprou a concorrente BnbLord — com grande presença em França e em Portugal –, tornando-se líder europeia na gestão de AL, passando a gerir mais de 2.000 propriedades, através das marcas GuestReady, BnbLord, Oporto City Flats e Easy Rental Services. “O ritmo acelerado do mercado faz com que aquisições como estas sejam um importante marco da nossa estratégia, para nos tornarmos na principal empresa de administração de alugueres de curta duração no mundo”, comenta o CEO Alexander Limpert.

A empresa presta serviços que incluem tudo o que é necessário para transformar uma casa vazia num próspero negócio de AL. Além disso, começou no início do ano a oferecer serviços business-to-business (B2B) para promotores e agentes imobiliários.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

GuestReady levanta seis milhões de dólares em nova ronda de financiamento. Depois de Lisboa e Porto, vai chegar a outras cidades

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião