Governo espera processar 156 mil novas pensões este ano

Mário Centeno responde às críticas sobre os atrasos na atribuição de pensões. Ministro das Finanças fala em crescimento de 50% no processamento de novas pensões face a 2014.

O Governo espera processar 156 mil novas pensões até ao final do ano, mais 50% do que em 2014. A previsão foi avançada pelo ministro das Finanças na Comissão do Trabalho e da Segurança Social, em resposta às críticas sobre os atrasos nas atribuições de pensões.

Mário Centeno adiantou que até maio deste ano, e em relação ao mesmo período do ano anterior, houve um crescimento de 25% nas novas pensões processadas. “Se fizermos umas pequena extrapolação para o conjunto do ano, serão 156 mil novas pensões processadas este ano”, estimou o governante.

Este número representa, segundo Mário Centeno, um crescimento de 50% face às pensões que foram processadas em 2014. Nesse ano, foram processadas 109 mil novas pensões, um número que subiu para 125 mil novas pensões processadas em 2018, referiu o governante.

Os números adiantados pelo ministro das Finanças pretendem responder às críticas recentes sobre os atrasos nas atribuições de pensões, protestos a que se juntou a Provedora de Justiça.

Comentários ({{ total }})

Governo espera processar 156 mil novas pensões este ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião