Projeto em Portimão com Pais do Amaral não passa crivo do ambiente

  • ECO
  • 25 Junho 2019

O projeto em Portimão que envolvia a empresa de Pais do Amaral, entre outro promotores, não passou o crivo da comissão de avaliação ao impacte ambiental.

O projeto turístico proposto para a freguesia de Alvor, em Portimão, e no qual estava envolvido Miguel Pais do Amaral foi chumbado, avança o Jornal de Negócios, esta terça-feira. A comissão de avaliação ao impacte ambiental identificou “impactes negativos nalguns fatores muito significativos” e “não minimizáveis” no empreendimento, tendo dado um carimbo desfavorável. Os promotores estão agora a ponderar o próximo passo a tomar.

Em causa está um projeto proposto por duas sociedades portuguesas de promoção imobiliária e uma espanhola de hotelaria, que previa a criação de 400 postos de trabalho e a instalação de três unidades hoteleiras. Entre os promotores, está a Top Building, à qual está ligada Pais do Amaral.

“Atendendo a que os impactes negativos identificados são nalguns fatores muito significativos, não minimizáveis e impeditivos ao desenvolvimento do projeto, a comissão de avaliação propõe a emissão de parecer desfavorável ao ‘projeto da operação de loteamento da UP3 de hotelaria tradicional de Portimão’”, lê-se no parecer emitido após uma consulta pública que decorreu até 15 de março. Entre os efeitos ambientais negativos, aponta-se a falta de uma avaliação dos efeitos cumulativos com os empreendimentos envolventes.

De notar que o estudo de impacte ambiental apresentado pelos próprios promotores não antecipava qualquer problema impeditivo da concretização deste projeto. De acordo com o plano de urbanização apresentado, estava prevista a construção de três hotéis com uma área máxima de implantação de 11.501 metros quadrados, sendo a área total dos lotes de 211.642 metros quadrados.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Projeto em Portimão com Pais do Amaral não passa crivo do ambiente

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião