Acordo comercial no horizonte? EUA e China vão retomar conversações

Washington e Pequim vão retomar as negociações para tentar por termo à guerra comercial. A retoma das conversações foi anunciada este sábado.

Os Estados Unidos e a China vão retomar as negociações para tentar por fim à guerra comercial entre estas duas potências, avança a Reuters (acesso livre), este sábado. “Veremos o que vai acontecer”, disse Donald Trump aos jornalistas, à margem da cimeira do G20. Isto depois de ter estado mais de uma hora reunido com o Presidente chinês, Xi Jinping.

O arranque da cimeira do G20 tinha ficado marcado pelas ameaças do Presidente norte-americano. Donald Trump sinalizou estar a ponderar aplicar novas tarifas aduaneiras sobre os restantes bens chineses, que até agora escaparam às taxas aplicadas pelos Estados Unidos às importações chinesas.

Poucos dias depois, o líder americano parece, contudo, ter mudado de ideias; Ou pelo menos, adiou esses planos. É que, à saída de uma reunião de 80 minutos com o Presidente chinês, Donald Trump anunciou que as negociações entre Washington e Pequim serão retomadas para que, mais uma vez, se tente chegar a um acordo comercial entre estas potências. “Estamos de volta e veremos o que vai acontecer”, sublinhou Trump, em declarações aos jornalistas.

O Presidente norte-americano adiantou que não irá suspender as tarifas aduaneiras já aplicadas aos bens chineses, mas garantiu que não irá avançar com as referidas novas taxas, que iriam abranger 300 mil milhões de dólares de artigos chineses. Em troca, a China irá adquirir bens agrícolas produzidos nos Estados Unidos.

“Se chegarmos a acordo, será um evento histórico”, acrescentou Trump, que não avançou a data em que serão retomadas as negociações entre as duas maiores economias do mundo.

A guerra comercial entre os Estados Unidos e a China já dura há mais de um ano e envolve, neste momento, milhares de milhões de dólares em importações de ambos os países, afetando o comércio e o crescimento económico global.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Acordo comercial no horizonte? EUA e China vão retomar conversações

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião