Banca espanhola lança marca de cartões em outubro para concorrer com Visa e MasterCard

  • ECO
  • 1 Julho 2019

Novo projeto une as instituições financeiras em Espanha. O objetivo é que o novo cartão nacional entre em fase de testes já em outubro.

Os bancos espanhóis uniram-se para criar uma nova rede de cartões de pagamento. O projeto a nível nacional, que pretende concorrer com gigantes internacionais, será lançado no último trimestre do ano e o plano é começar com testes já em outubro, de acordo com o jornal espanhol Cinco Días (conteúdo em espanhol e acesso livre).

A principal novidade é que os novos cartões não vão precisar de estar dependentes de grandes marcas norte-americanas que operam em Espanha, como a Visa ou a MasterCard. Caso seja bem-sucedido, a expectativa do setor é que signifique uma alteração considerável no negócio do setor financeiro em Espanha, incluindo nos resultados já que poderão deixar de pagar comissões a estas empresas.

“Pela primeira vez, o futuro cartão não dependerá das marcas americanas”, afirmou o responsável por um dos bancos líderes de mercado em Espanha ao Cinco Días. Não é, no entanto, ainda possível quantificar o potencial impacto financeiro para as contas dos bancos até porque serão necessários acordos.

O novo cartão terá de ser compatível com a Visa e a MasterCard para operar fora das fronteiras espanholas dado que os sistemas técnicos destas gigantes norte-americanas são aprovados em todo o mundo. Neste caso, as taxas a pagar poderão vir a ser menores do que as atuais, uma vez que será limitado a operações internacionais, acrescentaram as mesmas fontes do setor ao jornal espanhol.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Banca espanhola lança marca de cartões em outubro para concorrer com Visa e MasterCard

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião