Avanade abre primeiro escritório em Portugal

  • Fátima Castro
  • 2 Julho 2019

A Avanade, parceria entre a Accenture e a Microsoft, acabou de abrir o primeiro escritório em Portugal. Escolheu Lisboa para instalar o 16.º escritório europeu.

A Avanade, a “joint venture” entre a Accenture e a Microsoft, empresa global líder em inovação digital no ecossistema Microsoft, acabou de abrir o primeiro escritório em Portugal, na cidade de Lisboa. O principal objetivo da empresa é “dar resposta à crescente procura das organizações por soluções Microsoft que proporcionem experiências com impacto genuíno junto de colaboradores e clientes”.

Criada em 2000, a Avanade conta com mais de 36.000 profissionais em 25 países que oferecem serviços digitais, tecnologias da informação (TI) e de consultoria a clientes de todo o mundo, em diversos setores de atividade. O escritório da Avanade em Lisboa é o 25º da empresa e o 16º a abrir na Europa.

O presidente da Accenture em Portugal, José Gonçalves, confessa estar muito satisfeito por ver a “Avanade expandir-se para Portugal e a abertura de um escritório em Lisboa, aumenta a nossa capacidade de colaborar e assim melhor servir os clientes locais”.

Para Paula Panarra, diretora-geral da Microsoft Portugal, “a parceria entre a Microsoft e Accenture, através da Avanade, tem sido um enorme sucesso global. A presença local da Avanade vai ajudar-nos a capacitar ainda mais os nossos clientes a transformarem-se digitalmente, impactando a maneira como trabalham e a melhorar as experiências que proporcionam aos seus clientes”.

A Accenture e a Microsoft, em conjunto com a Avanade, lançaram recentemente o Accenture Microsoft Business Group, elevando esta sólida parceria estratégica, através do desenvolvimento de soluções conjuntas que ajudam os clientes a superar eventuais ruturas e a liderar a transformação nas suas indústrias.

Comentários ({{ total }})

Avanade abre primeiro escritório em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião