França pede ao G7 solução que permita taxar grandes tecnológicas

  • Lusa
  • 16 Julho 2019

"Estou profundamente convicto que durante este G7 seremos capazes de encontrar uma solução internacional satisfatória", diz o ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire.

O ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire, pediu aos seus homólogos do G7 que se reúnem nos próximos dois dias em Chantilly, perto de Paris, para encontrarem uma solução internacional para taxar os grandes grupos digitais.

“Estou profundamente convicto que durante este G7 seremos capazes de encontrar uma solução internacional satisfatória e que este consenso permitirá (…) abrir caminho a um acordo na OCDE” (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico), afirmou o ministro numa conferência em Paris sobre os 75 anos dos acordos de Bretton Woods.

“É a melhor forma de resolver este problema”, acrescentou, lamentando que os Estados Unidos tenham há uma semana anunciado um inquérito, na sequência da aprovação em França da introdução de um imposto para grandes grupos tecnológicos como Google, Amazon, Facebook e Apple. Esse inquérito pode levar a medidas norte-americanas de retaliação.

“É a primeira vez na nossa longa relação que o governo norte-americano decide abrir um processo deste tipo contra a França”, indicou Le Maire, lembrando que “a França é um país soberano e continuará a agir como tal”.

Na quarta-feira, antes da abertura oficial da reunião dos ministros das Finanças e governadores de bancos centrais dos sete países com economias mais fortes, o ministro francês tem prevista uma reunião como o seu homólogo norte-americano, Steven Mnuchin.

Comentários ({{ total }})

França pede ao G7 solução que permita taxar grandes tecnológicas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião