Ministro Eduardo Cabrita ataca presidente de Mação. Vasco Estrela já respondeu

  • ECO
  • 24 Julho 2019

O ministro da Administração Interna e o presidente da Câmara de Mação envolveram-se numa polémica com trocas de acusações por causa do Plano Municipal de Emergência.

Está instalada a polémica entre o ministro da Administração Interna e o presidente da Câmara de Mação. Depois de Vasco Estrela ter criticado o Governo por só ter aprovado o Plano Municipal de Emergência do concelho na terça-feira, já em pleno incêndio que se alastrou a partir de Vila de Rei, o ministro Eduardo Cabrita entrou em direto na RTP para, entre outras coisas, acusar o autarca de ser “um verdadeiro comentador televisivo”.

Mação tem sido um dos concelhos mais afetados pelos incêndios nos últimos anos, tendo sido bastante fustigado pelas chamas em 2017 e novamente este ano. Uma situação que levou Vasco Estrela a que, em várias intervenções públicas, tenha tecido duras críticas ao Governo por causa dos “poucos meios” de combate ao incêndio naquele concelho. Críticas que foram recebidas pelo ministro Eduardo Cabrita como sendo “provocações”, disse o próprio esta terça-feira à noite, numa entrevista em estúdio ao Telejornal.

“Os [autarcas] de Vila de Rei ativaram imediatamente os seus Planos Municipais de Emergência e prestaram todo o apoio logístico necessário para operações de grande dimensão. [Já o] senhor presidente da Câmara de Mação […] optou por não promover a ativação do Plano Municipal de Emergência, não dar qualquer cooperação a favor do esforço da Proteção Civil e ser um verdadeiro comentador televisivo. A seguir a cada briefing, aparecia logo a fazer comentários”, disse Eduardo Cabrita, citado pelo Observador.

Em contrapartida, o autarca de Mação já tinha garantido que o Governo manteve o plano na gaveta desde fevereiro, altura em que foi apresentado, e que só o aprovou já na manhã da terça-feira, assumindo que, “na prática, não muda nada”.

Já depois das declarações do ministro na RTP, o social-democrata Vasco Estrela disse à TSF que “é indigno o ataque do ministro”, garantindo ter recebido as declarações com “total surpresa”. “Nunca pensei que o ministro vivesse tão mal com opiniões divergentes e que quando confrontado com críticas claras e objetivas e factuais reagisse dessa maneira. Lamento que tenha estado comigo às 15h00 [de terça-feira] e não tenha tido a coragem de dizer olhos nos olhos aquilo que foi dizer para a televisão”, rematou o autarca. E esta quarta-feira, na antena da RTP 3, o mesmo autarca confirmou que, de facto, o plano de emergência não foi “formalmente ativado”. Mas “foi posto em prática naquilo que era o seu essencial”.

O incêndio que afetou Mação começou em Vila de Rei este sábado. Terá sido dominado em Vila de Rei durante a madrugada desta quarta-feira, e em Mação queimou zonas que já tinham ardido em 2017.

Comentários ({{ total }})

Ministro Eduardo Cabrita ataca presidente de Mação. Vasco Estrela já respondeu

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião