CEO rotativo da Huawei vem a Portugal. Discursa no Web Summit

Guo Ping, presidente rotativo do grupo Huawei, vai estar em Portugal em novembro e tem discurso marcado no Web Summit, revelou Paddy Cosgrave.

O atual presidente rotativo da Huawei, Guo Ping, vai estar em Lisboa em novembro e deverá discursar no Web Summit, a conferência de tecnologia e inovação que se realiza há três anos na capital portuguesa. A informação está no portal do evento e foi divulgada esta quarta-feira no Twitter pelo seu promotor, Paddy Cosgrave.

“Última hora: o CEO da Huawei vai falar no Web Summit”, escreveu o líder da conferência que, no ano passado, contou com cerca de 70 mil participantes no recinto compreendido pelos pavilhões da FIL e Altice Arena, no Parque das Nações. No portal do Web Summit, o nome confirmado é o de Guo Ping, presidente rotativo da tecnológica chinesa, que tem as funções executivas (e não o histórico cofundador da marca, Ren Zenghfei, como poderia parecer à primeira vista).

A vinda do líder executivo do conglomerado Huawei a Portugal, para a feira que se realiza entre 4 e 7 de novembro, acontece num período particularmente sensível para a marca. A Huawei tem estado no centro da guerra comercial entre EUA e China, tendo sido colocada na lista negra das exportações, o que coloca sérios entraves às fornecedoras norte-americanas que queiram vender componentes tecnológicos à maior fabricante de equipamentos de telecomunicações do mundo.

Espera-se por isso que o discurso de Guo Ping atraia as atenções dos participantes do Web Summit e que o gestor chinês responda às acusações de que a empresa tem sido alvo, nomeadamente as das autoridades norte-americanas, que garantem que a empresa é um veículo de ciberespionagem do regime chinês de Xi Jinping. Uma das mais recentes investigações jornalísticas aponta mesmo a Huawei como a principal fornecedora de tecnologia que, em parceria com uma empresa pública chinesa, terá permitido à Coreia do Norte desenvolver a sua rede 3G. A empresa todas as acusações.

A par das acusações, o gestor deverá aproveitar a ocasião para apresentar os planos da Huawei para o 5G. A empresa está na frente da corrida tecnológica à nova geração de redes móveis e fornece a tecnologia que, em Portugal, vai ser usada pela Meo e pela Nos no lançamento das suas redes de quinta geração.

Comentários ({{ total }})

CEO rotativo da Huawei vem a Portugal. Discursa no Web Summit

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião