EY arranca com programa de apoio a mulheres empreendedoras

  • Ricardo Vieira
  • 29 Julho 2019

Candidaturas para apoio a mulheres empreendedoras que tenham projetos empresariais de base tecnológica ou digital podem ser submetidas até 15 de agosto.

Apoiar mulheres empreendedoras reforçar a importância do empreendedorismo na sociedade, através da inovação e da liderança são os objetivos da EY Entrepreneurial Winning Women, cujas candidaturas para a 4ª edição decorrem até 15 de agosto.

Podem candidatar-se “empreendedoras com empresas de alto potencial, fundadoras de empresas de base tecnológica ou digital, ou ainda de empresas inovadoras com novos modelos de negócios. É ainda necessário que as empresas tenham fins lucrativos, pelo menos dois anos de atividade, com sede na Europa e receitas superiores a um milhão de euros”, revela a organização em comunicado.

Florbela Lima, partner, head of EY-Parthenon Portugal explica que a “EY Entrepreneurial Winning Women é uma série contínua de programas educacionais, eventos, networking, exposição nos media – tanto a nível regional como nacional – projetada para oferecer orientação, contactos, ferramentas e recursos importantes no desenvolvimento de liderança no feminino”.

As candidatas portuguesas selecionadas vão integrar a Europe Class of 2019, onde têm a oportunidade de expandir conhecimentos com o apoio de consultores seniores e empreendedores experientes, assim como traçar estratégias de negócio e ter acesso a potenciais parceiros, investidores, clientes e fornecedores.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

EY arranca com programa de apoio a mulheres empreendedoras

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião