“Fugir da confusão” do Algarve? Governo pede explicações à ANA sobre campanha do Aeroporto de Faro

  • ECO
  • 29 Julho 2019

Campanha de promoção a Marselha, no aeroporto de Faro, sugeria aos passageiros a fuga à confusão algarvia. ANA retirou campanha, mas Ministério das Infraestruturas quer explicações.

“Foge da confusão algarvia e descansa em França!!”. Era esta a mensagem, acompanhada de uma imagem de Marselha, no sul de França, que protagonizava uma campanha publicada nas redes sociais da ANA – Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro. Rapidamente choveram críticas que acabaram por chegar à tutela. O Governo pediu que a publicação fosse retirada, o que já aconteceu, mas agora quer explicações.

“O Governo, assim que tomou conhecimento da situação [campanha publicitária do Aeroporto de Faro a promover o destino Marselha] pediu explicações à ANA e pediu de imediato que fossem tomadas medidas para retirar uma publicação que é contrária aos interesses do país, dos portugueses e da economia nacional”, refere fonte oficial do Ministério das Infraestruturas e Habitação.

“A ANA já promoveu uma averiguação sobre o que se passou e retirou de imediato a ligação em causa“, salienta a mesma nota. A publicação partilhada pelo Aeroporto de Faro no Facebook era patrocinada, mas deixou de estar disponível. Foi apagada pela gestora dos aeroportos nacionais, cuja concessão é da Vinci, uma empresa francesa.

Esta publicação, de promoção a Marselha, gerou polémica esta segunda-feira. No Facebook, além dos comentários de desagrado de vários utilizadores, também o PS Algarve se manifestou contra a campanha.

“O Presidente da Federação Regional do Algarve do Partido Socialista e deputado na Assembleia da República, Luís Graça, solicitou hoje a suspensão imediata das campanhas patrocinadas pelo Aeroporto de Faro, promovendo destinos externos em alternativa ao Algarve, tendo contactado a tutela para manifestar o seu desagrado“, pode ler-se numa publicação sobre o assunto.

A página gerida pelo PS sugere ainda que a publicidade a França poderá estar relacionada com a privatização da ANA – Aeroportos de Portugal, que é detida pela Vinci Airports, empresa de capitais franceses. Acrescentam que a decisão do Governo do PSD e CDS não conseguiu “acautelar e salvaguardar o interesse nacional”.

(Notícia atualizada às 14h48 com mais informação)

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

“Fugir da confusão” do Algarve? Governo pede explicações à ANA sobre campanha do Aeroporto de Faro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião