A tarde num minuto

Não sabe o que se passou durante a tarde? Fizemos um vídeo que reúne as notícias mais relevantes, em apenas um minuto.

  • Novo Banco já prevê pedir 540 milhões ao Fundo de Resolução
    Banco teve prejuízos de 400 milhões na primeira metade do ano devido à venda de ativos tóxicos, como malparado. Ramalho anuncia que já prevê pedir 540 milhões ao Fundo de Resolução.
  • Impasse continua e obriga a terceira votação. Rehn desiste
    Os ministros da UE não conseguiram escolher um candidato ao FMI nas duas primeiras rondas. Olli Rehn também desistiu. A ronda final será entre Kristalina Georgieva e Jeroen Dijsselbloem.
  • Costa sem garantia que parecer da PGR chega até às eleições
    É ao relator que compete dar uma indicação ao Conselho Consultivo da data em que terá o trabalho pronto para então se agendar a reunião do Conselho que analisará e votará o parecer.
  • Motoristas reúnem com Governo na segunda-feira
    Motoristas falam em “cedências de parte a parte”, mas não abdicam de negociar com aviso prévio em cima da mesa, como exige Antram, nem detalham sobre que cedências estão dispostos a fazer.
  • Gasolina sobe meio cêntimo antes da greve. Gasóleo não mexe
    A gasolina vai aumentar meio cêntimo na próxima semana, isto antes da greve dos motoristas de matérias perigosas agendada para 12 de agosto. Já o gasóleo não vai mudar de preço na segunda-feira.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

A tarde num minuto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião