Livreiro de pé descalço? Este bem pode ser o seu emprego de sonho

Gestão de uma livraria, conhecimento em vendas, criatividade e organização são algumas das características procuradas. Office view? O mar das Maldivas.

Aimée Johnson foi o livreiro de pé descalço em 2019. Agora, a livraria procura novo gestor.D.R.

“Estamos oficialmente a aceitar candidaturas para o nosso próximo livreiro de pé descalço. Se gostavas de ter a oportunidade de passar seis meses a viver no paraíso e a gerir uma pequena livraria numa ilha das Maldivas no Discover Soneva, esta é a tua oportunidade. Para detalhes de como candidatares-te e mais informações sobre o papel, basta seguir o link na bio. Certifica-te que lês os termos e condições antes de te candidatares, e boa sorte”.

O anúncio, postado no Instagram, pode até não ser atraente à primeira vista. Mas basta pôr os olhos na fotografia que o ilustra para pensar duas vezes.

O hotel de luxo Soneva Fushi e a Ultimate Library estão à procura de um novo vendedor de livros para chefiar a livraria pop-up do resort de 5 estrelas em Baa Atoll. Só que, ainda que o local de trabalho seja uma livraria, a office view para a vaga de emprego é, nada mais nada menos do que… esta:

Isso mesmo. Maldivas.

“Ser livreiro de pé descalço foi um sonho absoluto. Conheci gente maravilhosa, trabalhei livros incríveis e vivi numa ilha de luxo absoluto. Foi sem dúvida o emprego de sonho”, disse Aimée Johnson, livreiro de pé descalço em 2019. A experiência, contada na primeira pessoa, encabeça o anúncio de emprego para os próximos seis meses. O Soneva procura um novo gestor/vendedor para a sua pequena livraria mas a função, a desempenhar a partir de outubro deste ano, não se esgota em aconselhar os clientes e faturar as vendas.

De acordo com o anúncio, o hotel procura candidatos com excelentes conhecimentos de inglês falado e escrito, que adorem ler e conhecer autores clássicos e modernos da literatura, tenham experiência na indústria livreira ou editorial, conhecimentos na gestão de plataformas de social media e tendências, experiência de escrita em blogs e newsletters e que queiram fazer parte de uma equipa com sentido de humor, criatividade e iniciativa. Os candidatos serão ainda valorizados pela sua experiência em vendas, interesse por fotografia e ensino.

“O livreiro tornou-se parte integrante da experiência do cliente Soneva, dando muito, muito mais do que recomendações de leitura”, explica Sonu Shivdasani, fundador e CEO do Soneva.

O hotel diz ainda que, entre as responsabilidades do futuro livreiro de pé descalço estarão a gestão da livraria e dos stocks, a organização de experiências para os clientes do Soneva (cursos de escrita criativa, biblioterapia, mentoria e aulas de literatura), a gestão da presença da livraria nas redes sociais (Instagram incluído), a escrita de posts mensais e a criação de newsletters informativas e de entretenimento, além de que o escolhido deverá colaborar com as equipas de marketing para a organização de eventos potenciais.

O primeiro livreiro foi Hugo Wilson que, em outubro do ano passado, arrancou com a missão de gerir uma livraria numa ilha praticamente deserta. O seguinte foi Aimée Johnson, da Penguin’s Random House da Irlanda que, entre janeiro e maio deste ano, levou a cabo a tarefa e foi partilhando a sua experiência. Agora, talvez seja a sua vez. As candidaturas podem ser feitas aqui.

Comentários ({{ total }})

Livreiro de pé descalço? Este bem pode ser o seu emprego de sonho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião