Quais são os cinco restaurantes mais caros do país?

Entre os restaurantes espalhados pelo país, é no Algarve e na Madeira que se encontram alguns dos locais mais prestigiados, mas também mais caros. A capital também não escapa.

Para muitos, férias são um sinónimo de relaxamento. É uma altura em que se faz uma pausa do trabalho e há mais tempo para aproveitar certas coisas, como ter horas para desfrutar de uma refeição sem a pressão dos dias. Turistas, que vêm visitar o país e escolhem ir provar a cozinha tradicional, e portugueses, que tiram também férias de cozinhar e enchem os restaurantes, que vão desde as típicas tascas a estabelecimentos de luxo, onde uma refeição pode ultrapassar os duzentos euros.

Para quem está disposto a pagar um pouco mais pela refeição, há várias opções, nomeadamente de restaurantes distinguidos com estrelas Michelin. Existem mais de 30 estrelas em Portugal, em 26 restaurantes, que encabeçam a lista dos estabelecimentos mais caros do país.

É no Funchal que se encontra o Il Gallo d’Oro, liderado pelo chef Benoît Sinthon, que apresenta o preço mais elevado para um menu de degustação, de acordo com o levantamento feito pelo ECO. A opção com dez criações custa 245 euros por pessoa, sendo que se quiser a harmonização de vinhos a fatura aumenta em 105 euros por cada comensal. O estabelecimento tem já duas estrelas Michelin no currículo.

O restaurante Il Gallo D’Oro tem duas estrelas Michelin.PortoBay Hotels & Resorts

Pelo continente, o Ocean, restaurante inserido no hotel Vila Vita Parc Resort & Spa, em Armação de Pêra, é o restaurante que se segue neste top. A cozinha está a cargo do chef austríaco Hans Neuner, e já recebeu duas estrelas Michelin. Localizado no Algarve, este estabelecimento só funciona ao jantar e indica que o dresscode é “eveningwear elegante”.

Com vista sobre o Atlântico como se pode adivinhar pelo nome, o Ocean oferece duas opções: um menu de degustação de quatro pratos, no valor de 170 euros ou o menu de seis pratos, pelo preço de 210 euros por pessoa. Para acompanhar, o restaurante faz também uma recomendação de vinhos para cada menu, no valor de 115 ou 145 euros, respetivamente.

Ainda por terras algarvias encontra-se outro dos restaurantes mais caros do país, também com duas estrelas Michelin. É o Vila Joya, em Albufeira, integrado numa unidade hoteleira e que foi o primeiro restaurante do país a conseguir um par de estrelas. É também um chef austríaco, Dieter Koschina, que está ao leme da cozinha.

Enquanto ao almoço o menu de degustação servido é de quatro pratos, por 135 euros, no jantar o menu é de seis pratos, por 210 euros. Ambos os menus mudam diariamente. Quem for cliente do hotel e reservar um jantar neste restaurante antes de chegar paga 120 euros.

Por Lisboa também se encontram vários restaurantes onde fazer uma refeição é uma experiência diferente do habitual. No Eleven, situado no coração de Lisboa, no Parque Eduardo VII, o chef Joachim Koerper deixa a garantia de que utiliza apenas produtos da estação, na página do estabelecimento. Os clientes do restaurante com uma estrela Michelin podem escolher entre vários menus, sendo o mais caro o que se foca na trufa preta, custando 198 euros sem bebida.

Regressando às ilhas, o William, inserido no Belmond Reid’s Palace do Funchal, apresenta na lista o menu Lagosta, que tem o valor de 187 euros por pessoa. Se quiser incluído um copo de vinho escolhido a dedo com cada prato, o preço sobe para 240 euros. O chef Luís Pestana está no leme da cozinha deste restaurante com uma estrela Michelin.

Na capital, o Belcanto, do chef português José Avillez, também já tem duas estrelas na lapela. Aqui pode revisitar sabores conhecidos, no menu de degustação Clássico, que custa 165 euros sem a harmonização de vinhos, ou arriscar e ir para o menu Evolução, de 185 euros também sem vinho.

Para além da distinção do guia francês, o restaurante que existe desde 2012 entrou também para o top 50 dos melhores restaurantes do mundo. Situado no centro de Lisboa, o Belcanto subiu do 75º para o 42º lugar.

Veja aqui os menus destes restaurantes:

Quanto custa carregar a bateria do seu telemóvel? Quantas árvores são precisas para fazer uma resma de papel? Quanto custa fazer uma prancha de surf? Quantos casamentos se fazem em agosto? De segunda a sexta-feira, até ao final de agosto, o ECO dá-lhe a resposta a um “Sabia que…”.

Comentários ({{ total }})

Quais são os cinco restaurantes mais caros do país?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião