Depois de uma semana turbulenta, Wall Street sobe 1%

Após uma semana considerada turbulenta, os dados das vendas a retalho nos EUA e a perspetiva de mais estímulos pelo BCE animaram os investidores, e as bolsas dos Estados Unidos sobem cerca de 1%.

As bolsas dos Estados Unidos abriram a última sessão da semana a valorizar cerca de 1%, com os investidores mais otimistas, após uma semana turbulenta nos mercados. A aliviar as tensões estão os dados económicos nos Estados Unidos, que dão conta de um aumento das vendas a retalho em julho, compensando assim os números fracos da produção industrial na maior economia do mundo, e ainda a expetativa de que o Banco Central Europeu aumente os estímulos à economia europeia.

O índice de referência S&P 500 está a valorizar 0,83% para 2.872,12 pontos, acompanhado pelo tecnológico Nasdaq que soma 0,99% para 7.845,61 pontos. Pelo mesmo caminho segue o industrial Dow Jones que avança 0,81% para 25.786,08 pontos.

Apesar desta recuperação, que começou no fecho da última sessão, os principais índices de Nova Iorque acumulam uma queda de 2,4% desde a última sexta-feira e esta deverá ser a terceira semana consecutiva de perdas, diz a Reuters.

As bolsas foram castigadas devido às preocupações dos investidores quanto ao risco de recessão da economia norte-americana, após os sinais dados de uma possível inversão da curva de rendimentos — um movimento que antecipou todas as recessões nos EUA nos últimos 50 anos –, mas também da economia alemã, que contraiu no segundo trimestre do ano.

O abrandamento da economia chinesa e as tensões entre os Estados Unidos e a China, também continuam a contribuir para a instabilidade nos mercados. A penalizar ainda mais estavam as recentes quedas dos juros das obrigações, que acabaram por minimizadas esta sexta-feira, aliviando alguns receios.

“Não temos visto grandes manchetes com a guerra comercial esta sexta-feira e isso está a dar algum alívio aos mercados. A recuperação das yields também está a aliviar um pouco a pressão sobre o mercado de ações“, diz Peter Cardillo, economista-chefe da Spartan Capital Securities em Nova Iorque, citado pela Reuters (conteúdo em inglês).

Comentários ({{ total }})

Depois de uma semana turbulenta, Wall Street sobe 1%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião