Entrevista de trabalho? Saiba como agradecer a oportunidade (e reforçar a preferência)

  • Sara Calado
  • 16 Agosto 2019

A carta de agradecimento é a última oportunidade para provar que é o candidato ideal depois de uma entrevista de trabalho. Saiba porquê e quais as regras para a escrever.

Se está à procura de trabalho e tem sido chamado para entrevistas, há algo importante que deve saber. Já ouviu falar em “carta de agradecimento”? Segundo os especialistas em estratégias de carreira da Universidade de Yale, nos EUA, citados pela CNBC, o agradecimento pode fazer a diferença no momento da decisão. Na verdade, este é o último passo para convencer um possível empregador das suas capacidades.

Mas não basta dizer “obrigado”, é preciso um pouco mais de dedicação e há algumas regras a cumprir.

1. Opte pela via eletrónica

Na era digital, deixou de fazer sentido enviar cartas escritas à mão. A melhor opção é enviar um email, defendem os especialistas. É uma forma de garantir que não se perde no caminho. No fundo, o que interessa é o conteúdo da carta, e não a forma como chega ao recetor.

2. Se foi entrevistado por várias pessoas, envie várias notas de agradecimento

Se, durante o processo de entrevista, teve a oportunidade de falar com várias pessoas da empresa, e de diferentes áreas, deve enviar uma nota de agradecimento personalizada para cada uma delas. Esta pode ser a sua vantagem na altura de escolher um candidato. Para garantir que tem o email de todos aqueles que o entrevistaram, peça os contactos no final de cada entrevista.

3. Inclua o básico, é obrigatório

A nota de agradecimento depois de uma entrevista de trabalho deverá ir além de um simples “obrigado”. Na carta, deve começar por reforçar o interesse na vaga à qual se candidatou e agradecer pelo tempo dispensado pelo entrevistador. Volte a frisar as suas maiores qualidades e competências e não se esqueça: destaque o tema que mais o interessou durante a entrevista. No final da carta, escreva um ou dois acontecimentos da sua vida que o ajudaram a preparar-se para o cargo.

4. Vá mais além

Esta é uma oportunidade para demonstrar que esteve atento durante a entrevista. Se quiser ir um pouco mais além da carta de agradecimento básica, pode mencionar alguma coisa que tenha aprendido durante a entrevista; refira alguma particularidade sua que é fundamental para o cargo; inclua links ou amostras de trabalhos seus que tenha referido durante a entrevista; lembre e destaque detalhes referidos pelo entrevistado; clarifique alguma questão que considere ter ficado mal explicada; e acrescente algo que se tenha esquecido de mencionar. Para garantir que consegue lembrar-se de todos os pormenores, tire notas assim que sair da entrevista. Um candidato que expressa grande entusiasmo pela possibilidade é sempre atrativo para uma organização, por isso é importante não ter medo de demonstrar alguma personalidade.

5. Seja claro e conciso

Segundo os especialistas, a carta de agradecimento não deve exceder uma página. Uma extensão entre 250 e 300 palavras é o número ideal. No título, deve colocar, por exemplo, “Obrigada/o – Entrevista Estagiário Recursos Humanos”.

6. Não espere demasiado tempo

Não é necessário enviar o email de agradecimento logo após a entrevista, mas é aconselhável que não deixe passar muito tempo. O ideal será enviar durante as 24 horas e as 48 horas seguintes à entrevista.

7. Reveja várias vezes

Uma carta de agradecimento desleixada pode ser o suficiente para não ser escolhido, por isso faça sempre uma revisão. Se for preciso, reveja duas ou três vezes antes de enviar, e verifique se os nomes, datas e moradas estão corretos. Se a entrevista não decorreu na sede da empresa, verifique o nome dos dois locais, para não se enganar.

Comentários ({{ total }})

Entrevista de trabalho? Saiba como agradecer a oportunidade (e reforçar a preferência)

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião