Rio volta ao Twitter para falar sobre a greve. Governo “terá ganho porque falou 25 horas por dia”

Rui Rio foi ao Twitter atacar aqueles que têm criticado o PSD por ter falado "pouco e tarde" sobre a greve dos motoristas de matérias perigosas.

Em menos de 24 horas, Rui Rio escreveu três tweets sobre a greve dos motoristas de matérias perigosas. Depois de ter saudado esses trabalhadores por terem desconvocado a greve e de ter acusado o Governo de ter “montado um circo” para “fins eleitorais”, o líder do PSD veio defender agora o seu partido, atacando aqueles que consideram que os social-democratas falaram pouco sobre esta matéria.

“A greve começou no dia 12 de agosto. O PSD falou no dia 8 e no dia 10. Voltou a exprimir-se no dia 14 e no dia 16. Segundo alguns profissionais do comentário, o PSD perdeu ‘esta coisa’ porque falou pouco e tarde. O Governo terá ganho porque falou por sete (ou oito) cotovelos, 25 horas por dia“, escreveu Rui Rio, esta tarde, no Twitter.

O Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) decidiu, no domingo, levantar a greve iniciada a 12 de agosto, em defesa do acordo assinado em maio com a Associação das Empresas de Transportes de Mercadorias (Antram). A estrutura sindical representada por Pardal Henriques abriu, assim, a porta para o arranque das negociações entre motoristas e patrões, com a mediação do ministro das Infraestruturas e Habitação.

Em reação, o comentador político e ex-líder do PSD Marques Mendes disse na SIC que o Governo foi o “maior vencedor deste processo” fruto do “seu profissionalismo e dos tiros nos pés que os sindicatos deram. Sobre o partido social-democrata, Marques Mendes sublinhou que ficou a “sensação de que Rio só falou porque foi pressionado pelas críticas” e defendeu que o líder do PSD “disse coisas certas no tempo errado”. “Ora, a verdade é que quando o Governo andou mal, Rio esteve calado“, reforçou o comentador.

Pouco mais de 15 horas depois, Rui Rio recorreu ao Twitter para responder aos críticos, deixando o comentário carregado de ironia de que o Governo só terá saído vitorioso desta situação “porque falou por sete ou oito, 25 horas por dia”.

Também esta segunda-feira, Rui Rio já tinha atacado o Executivo no Twitter, acusando-o de ter montado um circo com fins eleitorais, tal como aconteceu “com o dossier dos professores antes das europeias”. “Ficou claro que grande parte deste problema existiu porque o governo se aproveitou do problema para tentar benefícios eleitorais. Quando abandonou essa postura e se tornou mais isento, num prazo de 48 horas a greve acabou”, voltou a enfatizar o político, em declarações aos jornalistas, transmitidas pela SIC Notícias, esta tarde.

Ainda antes do arranque da greve dos motoristas, o líder do PSD já tinha recorrido a esta rede social para sugerir “adiar a greve para pós eleições”. “Se o objetivo fosse tentar resolver o problema, o Governo era mais isento e mais discreto. Não dramatizava, nem encenava um circo como o que montou antes das europeias. Adiar a greve para pós eleições e, até lá, tentar um acordo, parece-me o mais sensato“, escreveu, na altura.

Comentários ({{ total }})

Rio volta ao Twitter para falar sobre a greve. Governo “terá ganho porque falou 25 horas por dia”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião