Vagas em gestão preenchidas, economia só nas ilhas, Évora ou Algarve

O número de colocados na primeira fase do acesso ao ensino superior aumentou e os cursos de gestão nas universidades públicas já não têm vagas. Economia há apenas 27 vagas. Restam os politécnicos.

Com mais de metade dos alunos colocados naquela que foi a sua primeira escolha de curso e universidade na primeira fase de acesso ao Ensino Superior, há cursos sem vagas e outros com poucas à disposição. Os cursos de gestão nas universidades públicas já não têm vagas, sobrando agora os politécnicos. Quem quiser tirar economia numa universidade pública terá de tentar uma das poucas vagas ainda disponíveis nos Açores, Madeira, Évora ou Algarve.

Foram colocados mais alunos na primeira fase, dos quais mais de metade na sua primeira escolha (apesar de este número ter diminuído ligeiramente). Com estes resultados anunciados este domingo pelo Ministério do Ensino Superior, a maior parte das vagas nas universidades públicas já não estão disponíveis.

As opções que sobram para a segunda fase são agora significativamente mais limitadas. No caso das universidades, já não há vagas nos cursos de gestão.

Os alunos que escolheram economia como sua área de formação, ainda têm algumas vagas disponíveis, mas poucas e só no sul do país e nas regiões autónomas. De acordo com os dados do Ministério do Ensino Superior, sobraram 15 vagas nos Açores, quatro na Madeira, seis em Évora e duas no Algarve.

Um caso diferente é o da engenharia, especialmente pela diversidade de tipos de engenharias ensinadas nas universidades portuguesas. Da primeira fase ainda sobraram mais de 400 vagas para os cursos de engenharia nas universidades portuguesas.

Quer tirar gestão? Aposte num politécnico (e em regime pós-laboral)

Mesmo nos politécnicos as vagas são escassas para quem quer apostar em gestão de empresas. Nos politécnicos de Beja, Castelo Branco, Portalegre, Santarém e Tomar ainda há um total de 73 vagas nos cursos de gestão.

Quem não conseguir ser colocado numa destas vagas, pode ainda tentar uma das 134 vagas nos cursos de gestão regime pós-laboral que sobraram nos politécnicos de Beja, Bragança, Algarve, Leiria, Portalegre, Santarém, Viana do Castelo e Viseu.

Se a aposta for engenharia, nos politécnicos de todo o país ainda sobraram quase 2.100 vagas para os diversos cursos de engenharia disponíveis.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Vagas em gestão preenchidas, economia só nas ilhas, Évora ou Algarve

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião