Quando chamar um Bolt dá direito a troca de livros

Os utilizadores deixam um livro no carro durante a viagem e, no final do trajeto, levam consigo outro.

Durante o mês de setembro, os automóveis da Bolt (antiga Taxify) vão transformar-se numa espécie de biblioteca ambulante. Nesta campanha de troca de livros dentro dos carros, a única regra é “entrar com um livro e terminar a viagem com outro”, lê-se em comunicado.

Para participar nesta troca, os utilizadores apenas precisam recorrer à app para chamar um Bolt e entrar no automóvel com um livro na mão. Durante a viagem, depositam o livro numa caixa destinada para o efeito e escolhem o livro que vão levar consigo. “Será possível trocar livros de qualquer género (…) do drama ao terror, do romance à fantasia”, explica a empresa.

“No mês em que muitos regressam à rotina agitada, a Bolt pretende proporcionar um momento de pausa e de partilha entre utilizadores, bem como incentivar o bichinho da leitura, independentemente de o destino da viagem ser o escritório, a praia ou a escola”, refere David Ferreira da Silva, responsável pela Bolt em Portugal, citado em comunicado.

Para iniciar a campanha, a Cabine de Leitura da Praça de Londres doou os primeiros livros disponíveis nos carros da Bolt. No final, os livros que não forem levados pelos utilizadores serão, novamente, doados à Cabine.

Comentários ({{ total }})

Quando chamar um Bolt dá direito a troca de livros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião