Cofina brilha após OPA à Media Capital. Dona da TVI não mexe

As ações da dona do Correio da Manhã destacam-se pela positiva numa sessão negativa na bolsa nacional. Chegou a disparar mais de 10% na sequência da OPA lançada à dona da TVI.

A Cofina está a brilhar em bolsa. Depois de ter lançado a Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre a Media Capital durante o fim de semana, as ações da empresa co-liderada por Paulo Fernandes disparam. Chegaram a ganhar mais de 10%.

Os títulos da dona do Correio da Manhã arrancaram a sessão com uma valorização de mais de 1% que rapidamente se traduziu numa valorização de mais de 3%. A tendência positiva acentuou-se, chegando a Cofina a ganhar mais de 10% durante a negociação.

As ações continuam em destaque na praça nacional, numa sessão negativa em Lisboa. Seguem a ganhar 5,52% para 51,60 cêntimos, estando avaliada em mais de 50 milhões de euros no mercado de capitais. A Media Capital, por seu lado, ainda não negociou.

Cofina brilha na bolsa de Lisboa

Cada ação da dona da TVI está avaliada em 2,48 euros em bolsa, acima do preço oferecido pela Cofina. A empresa de media propõe pagar 2,3336 euros por cada ação da dona da TVI que não é controlada pela Prisa e 2,1322 euros pelas mais de 80 milhões de ações que estão nas mãos do grupo espanhol.

A empresa co-liderada por Paulo Fernandes oferece 180 milhões de euros pela TVI, sendo que incluindo a dívida (enterprise value), a operação de compra da Media Capital envolve cerca de 255 milhões de euros.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Cofina brilha após OPA à Media Capital. Dona da TVI não mexe

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião