Corticeira Amorim faz mira a 800 milhões em receitas

António Rios de Amorim revela que as exportações em 2018 atingiram um valor recorde. Este ano, há "um ligeiro crescimento" nas receitas, antecipando um valor de 800 milhões de euros.

Depois de alcançar um recorde nas exportações no ano passado, a Corticeira Amorim está confiante quanto aos resultados que obterá no final deste ano. Aponta para “um ligeiro aumento” do volume de negócios que deverá permitir à empresa liderada por António Rios de Amorim quer chegar aos 800 milhões de euros em receitas.

A confirmarem-se os valores esperados pela Corticeira Amorim, estes resultados representam um aumento de 4,85% face a 2018, período em que a corticeira atingiu os 763 milhões de euros em receitas.

Entre os fatores destacados por António Rios de Amorim para justificar este desempenho está “a valorização do dólar que ajudou a aumentar as exportações” e o “ajustamento nos preços das matérias-primas”. Por outro lado, entre as “coisas menos positivas”, o destaque vai para a “fraca campanha dos vinhos da vindima de 2017, que são engarrafados dois anos depois e que impactaram os números, sobretudo até ao mês de julho”.

Nos primeiros seis meses deste ano, a Corticeira Amorim viu os lucros atingirem os 40 milhões de euros, um valor ligeiramente inferior ao registado no mesmo período do ano passado. As receitas cresceram, no entanto, os custos tiveram um peso expressivo, acabando por afetar o resultado líquido da empresa.

Muitas das receitas da Corticeira Amorim vêm do estrangeiro. E, no ano passado, as exportações da corticeira atingiram mesmo um valor recorde, revelou o CEO à margem da apresentação do projeto City Cortex, em Lisboa. Ultrapassaram os mil milhões de euros em 2018, confirmando a informação que já tinha sido aventada no relatório Anual Consolidado 2018. Este é um “número recorde de exportações“, disse António Rios de Amorim.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Corticeira Amorim faz mira a 800 milhões em receitas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião