“Objetivo alcançado”. PAN pode passar de um para seis deputados

O PAN é o vencedor desta noite eleitoral, devendo duplicar o número de deputados. Mas as sondagens dizem mesmo que o partido de André Silva poderá ir bastante mais longe.

O Pessoas-Animais-Natureza (PAN) é um dos vencedores desta noite eleitoral. De acordo com a sondagem da Universidade Católica, realizada para a RTP, o partido fundado por André Silva vai aumentar de forma exponencial a sua representação no Parlamento. De apenas um deputado, o próprio líder do partido, o PAN poderá ficar com quatro a seis deputados.

A mesma sondagem coloca o PAN como o sexto partido mais votado pelos portugueses para liderar o país, atrás do PS, PSD, Bloco de Esquerda, CDU e CDS. O partido de André Silva deverá ter obtido entre 3% a 5% dos votos, podendo ficar habilitado a escolher entre um mínimo de quatro e um máximo de seis deputados.

As últimas duas sondagens realizadas antes das eleições, na sexta-feira, já apontavam para um resultado expressivo do PAN. A sondagem do ISCTE e ICS para o Expresso e SIC estimava 3% das intenções de voto para o partido, o que se traduzia em dois a cinco mandatos. Já a sondagem da Aximage dava ao PAN 3,8% das intenções de voto dos portugueses, passando de um para seis deputados.

A confirmarem-se estes números, André Silva deixará de estar sozinho no Parlamento, vendo o número de deputados do partido quadruplicar, quintuplicar ou até mesmo sextuplicar. Para o partido, estes números já são uma vitória. “O nosso grande objetivo está alcançado. O PAN será certamente capaz de alcançar um grupo parlamentar, duplicando assim a sua representação”, disse a número dois da lista do PAN por Lisboa, Inês Sousa Real, citada pela Lusa.

PAN poderá ser solução para o PS? Contas dizem que sim

Estes quatro, cinco ou seis deputados no Parlamento poderão vir a facilitar as contas para o próximo Executivo, dado que, de acordo com a sondagem da Católica, o PS vencerá estas eleições, mas sem maioria absoluta. Os socialistas deverão alcançar entre 34% e 39% dos votos, o correspondente a 104 a 112 deputados. Contudo, estes 112 não são suficientes para a maioria parlamentar.

Dependendo do resultado que obtiver, o PS, que nos últimos quatro anos contou com o apoio do BE e do PCP e Verdes, poderá precisar apenas do PAN para chegar à maioria no Parlamento. Ou seja, supondo que os socialistas elegem apenas 110 deputados, os seis deputados máximos a que o PAN poderá ter direito serão suficientes. Já no caso de os socialistas escolherem 112 deputados (o máximo), bastam quatro do PAN.

Questionada sobre a possibilidade de um acordo com o PS, Inês Sousa Real realçou que o partido já afirmou ao longo da campanha a sua posição relativamente à integração ou não numa coligação — André Silva já tinha referido que isso não estava nos planos do partido. “O PAN está disponível para continuar a dialogar, tal como até aqui tem sido feito, para contribuir para o processo democrático. No demais, vamos aguardar tranquilamente o resto dos resultados desta noite, que certamente nos trarão ainda algumas surpresas”, acrescentou.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

“Objetivo alcançado”. PAN pode passar de um para seis deputados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião