Abstenção terá ficado entre 43,4% e os 51%, de acordo com projeções das televisões

A abstenção nestas eleições legislativas poderá ser a mais elevada de sempre. De acordo com a projeção da Católica para a RTP pode ficar entre os 44% e os 49%.

A abstenção nestas eleições legislativas poderá ser a mais elevada de sempre. De acordo com a projeção da Católica para a RTP pode ficar entre os 44% e os 49%, e de acordo com a SIC terá ficado entre os 47,5% e os 51%. Já a TVI aponta para um intervalo entre os 43,4% e os 47,49%.

Nas últimas legislativas, em 2015, a abstenção atingiu um valor recorde, de 44,1%, quando votaram 5,4 milhões de pessoas. A maioria das projeções aponta assim para que a taxa seja superior nestas legislativas.

Este ano verificou-se uma subida expressiva nos eleitores recenseados, 10,8 milhões contra os 9,8 milhões em 2015, devido ao recenseamento automático de cidadãos emigrantes e atualização dos cadernos eleitorais. Apesar disto, em termos absolutos, até às 16h00, tinham votado menos pessoas do que em 2015.

A afluência às urnas até ao meio dia deste domingo foi de 18,83%, de acordo com a secretaria-geral do Ministério da Administração Interna. Já até às 16h00 a taxa de participação fixou-se nos 38.59%, ou seja, por essa altura já tinham votado mais de quatro milhões de pessoas.

(Notícia em atualização)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Abstenção terá ficado entre 43,4% e os 51%, de acordo com projeções das televisões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião