Unicef passa a aceitar donativos em criptomoedas

  • ECO
  • 9 Outubro 2019

Unicef junta-se a outras instituições de ajuda humanitária que já aceitam doações em moedas virtuais, incluindo a Cruz Vermelha dos EUA e o Programa Mundial de Ajuda Alimentar das Nações Unidas.

Quer doar dinheiro à Unicef? Até agora, tinha de enviar euros, dólares ou outra moeda de qualquer país a partir da sua conta bancária, mas isso vai mudar. É que a Unicef vai passar a aceitar donativos em criptomoedas, como a bitcoin ou a ether, avança o The Guardian (acesso livre), nesta quarta-feira.

O novo Fundo de Criptomoedas da Unicef, é o mais recente de uma série de esforços que têm vindo a ser feitos no sentido de abrir as organizações não-governamentais a outras fontes de donativos e à poupança de custos com transferências e intermediários, cobrados pelas instituições financeiras tradicionais, especialmente nas transferências de grandes montantes para outros continentes.

Christopher Fabian, conselheiro da Unicef Innovation, diz que a decisão de incorporar donativos em criptomoedas é uma forma de preparar a organização para o futuro, ao mesmo tempo que são salvaguardados os sistemas de doadores existentes. “Vemos isso como uma parte do processo de aprendizagem pelo qual precisamos de passar de forma a nos prepararmos para a próxima década“, disse Fabian.

Para as organizações de ajuda internacional, como é o caso da Unicef, as criptomoedas tornam mais fácil o processo de acompanhamento das doações, bem como permitem aos doadores o acompanhamento da aplicação do dinheiro que é usado.

A Unicef junta-se assim a outras instituições de ajuda humanitária que já começaram a aceitar doações em moedas virtuais, incluindo a Cruz Vermelha dos EUA e o Programa Mundial de Ajuda Alimentar das Nações Unidas.

Comentários ({{ total }})

Unicef passa a aceitar donativos em criptomoedas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião