Duas estreias e meia. Quem são os novos governantes do Executivo de Costa?

Ricardo Serrão Santos e Ana Abrunhosa são as duas novas caras entre os ministros. André Caldas, até ao início do ano chefe de gabinete de Mário Centeno, regressa como secretário de Estado.

Ricardo Serrão Santos, Ana Abrunhosa e André Caldas são os três novos rostos do elenco governamental apresentado esta terça-feira pelo primeiro-ministro ao Presidente da República, num Governo com várias promoções, entre elas a subida de Siza Vieira a número dois do Governo, ultrapassando Santos Silva na hierarquia do Governo. Dois são uma estreia absoluta no Governo, o outro é um regresso num novo estatuto.

Ricardo Serrão Santos, de 65 anos, vai substituir Ana Paula Vitorino como novo ministro do Mar. É natural de Portalegre e licenciado em psicologia e doutorado em biologia ambiental. Professor universitário e cientista do mar, Serrão Santos foi eurodeputado pelo Partido Socialista entre 2014 e 2019, tendo sido membro da comissão das Pescas no Parlamento Europeu. Também foi diretor do Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores e presidente do Instituto do Mar.

Ana Abrunhosa, de 49 anos, vai ser a próxima ministra da Coesão Territorial. Doutorada em economia, fez toda a sua carreira na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) tendo também dado aulas na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.

Assumiu mais visibilidade depois dos incêndios de 2017, que ocorreram na região Centro do país e que obrigaram o Governo a estabelecer relações mais constantes com as entidades públicas daquela região.

Já André Caldas não é propriamente novo nestas andanças. O novo secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros é um homem do aparelho do PS, foi presidente da Junta de Freguesia de Alvalade e entre 2015 e o início deste ano, chefe de gabinete do ministro das Finanças, Mário Centeno.

André Caldas deixou o Ministério das Finanças em fevereiro deste ano para assumir a presidência do conselho de administração da Opart, a empresa que gere o Teatro São Carlos e a Companhia Nacional de Bailado. É mestre em direito e em medicina dentária.

Comentários ({{ total }})

Duas estreias e meia. Quem são os novos governantes do Executivo de Costa?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião