Acordo para o Brexit impulsiona bolsas europeias para máximos de um ano

Juncker anunciou acordo entre União Europeia e Reino Unido para o Brexit. Bolsas europeias avançam 1% para máximos de mais de um ano. Lisboa também inverteu para ganhos.

Jean-Claude Juncker acabou de anunciar que já há acordo entre os negociadores da União Europeia e do Reino Unido para um Brexit ordenado. Após o anúncio, as bolsas europeias dispararam. Avançam 1% depois de um arranque de sessão em falso. Lisboa aproveitou a boleia e também já ganha. Na moeda, a libra e euro também valorizam face ao dólar.

O PSI-20, o principal índice português, está agora a somar 0,74% para 5.035,33 pontos, com nove cotadas em alta. CTT e Mota-Engil lideram ganhos. A Nos e o BCP são quem mais dão força, com subidas de cerca de 2%. Para a telecom, a boa notícia tem a ver com o facto de a sueca Ericsson ter deixada uma boa impressão nos resultados trimestrais, com os lucros bem acima do esperado e a revisão em alta o objetivo de vendas para o próximo ano.

Lá por fora, o Stoxx 600, benchmark europeu, segue a ganhar 0,8% para máximos de maio de 2018. Acompanham-no nos ganhos as bolsas de Frankfurt, Milão e Madrid. No caso alemão, a subida de 0,9% deixa o índice DAX-30 em máximos de agosto de 2018.

No mercado cambial, as notícias também estão a ter forte impacto. A libra ganha 0,62% para 1,2910 dólares, negociando no valor mais elevado dos últimos cinco meses. A divisa britânica acumula uma valorização de 6% face à nota verde nas últimas seis sessões, o mais forte ciclo de subidas em três décadas. O euro também aprecia face à nota verde, com a moeda única a subir 0,40% para 1,114 dólares.

As bolsas europeias já tinham invertido para terreno positivo a meio da manhã, na iminência do anúncio do acordo. Mas a manhã começou com perdas ligeiras depois de se saber que o Partido Democrata Unionista, que tem forte implementação na Irlanda do Norte, não vai apoiar o plano negociado entre Londres e Bruxelas, o que deixa dúvidas sobre a sua aprovação no Parlamento britânico.

Entretanto, o presidente da Comissão Europeia anunciou no Twitter que já há um entendimento entre os negociadores para a declaração política e a questão da fronteira entre a Irlanda e a Irlanda do Norte e pediu aos líderes da União Europeia para ratificarem o compromisso na reunião do Conselho Europeu que começa esta quinta-feira.

“Recomendo ao Conselho Europeu que endosse o acordo de saída revisto e a declaração política na sua próxima reunião. Com indiquei no passado, acredito que é chegada a altura de finalizar o processo de saída e avançar, o mais rapidamente possível, para a negociação da relação futura com o Reino Unido”, diz Jean-Claude Juncker, na carta enviada ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

PSI-20 já ganha

Boris Johnson também anunciou o acordo entre as duas partes, dizendo que o Reino Unido tem agora “um grande novo acordo que devolve o controlo” aos britânicos.

(Notícia atualizada às 11h26)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Acordo para o Brexit impulsiona bolsas europeias para máximos de um ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião