Web Summit lança app de tradução live para estudantes do programa Inspire

Programa Inspire, dedicado a estudantes, vai incluir acesso a uma aplicação que traduz, em tempo real, o que se passa no palco principal. Este ano, programa integra 6.000 estudantes.

O programa Inspire, criado pelo Web Summit para permitir a estudantes irem ao maior evento de tecnologia e empreendedorismo do mundo, vai passar a ter uma aplicação de tradução que permite aos jovens verem, em tempo real, o que se passa no palco principal (e, em português). A aplicação vai traduzir o que os oradores dizem no palco principal para português, espanhol e japonês.

A ideia é que as traduções do palco central seja feitas em tempo real e, para todos os assistentes da conferência. A novidade é resultado de uma primeira experiência que aconteceu, no início do ano, no Rise, evento irmão do Web Summit na Ásia. Nessa altura, a app traduzia, em direto, o que os oradores diziam em palco, em inglês, para mandarim.

“O Inspire sempre teve uma enorme recetividade por parte dos estudantes e estamos muito entusiasmados por poder anunciar a edição de 2019 do programa. Consideramos que adicionando traduções em tempo real do palco principal, os speakers podem dar melhores talks e a audiência pode aprender mais com elas”, explica Paddy Cosgrave, CEO do Web Summit, citado em comunicado.

Lançado no evento em 2016, o programa Inspire recebeu mais de 160 mil candidaturas ao longo das últimas três edições. Este ano, 6.000 estudantes vão poder usufruir de um dia de acesso ao palco principal do Web Summit pelo preço reduzido de 8,50 euros.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Web Summit lança app de tradução live para estudantes do programa Inspire

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião