Lisboa contraria Europa com ganhos nos CTT e família EDP

A bolsa de Lisboa escapou às perdas registadas na Europa, um dia depois da apresentação de resultados positivos pelos CTT, EDP e EDP Renováveis.

A bolsa de Lisboa contrariou a tendência europeia e fechou em terreno positivo. O principal índice nacional beneficiou de ganhos na família EDP e nas ações dos CTT, um dia depois da apresentação de resultados por parte destas empresas.

Enquanto a generalidade das praças europeias fechou no vermelho, com o pan-europeu Stoxx 600 a recuar 0,30% e o britânico FTSE 100 a cair 0,90%, o português PSI-20 destacou-se com uma subida de 0,17%, para os 5.119,62 pontos.

As ações da EDP Renováveis avançaram 3,55%, para 10,22 euros, uma subida propalada pelos lucros de 342,3 milhões de euros registados pela eólica entre janeiro e setembro. Já a casa-mãe EDP ganhou 1,91% em bolsa, para 3,69 euros, depois de ter apresentado uma subida de 55% dos lucros nos nove meses do ano, que se cifraram em 460 milhões de euros.

Também foram os resultados que levaram os CTT a registarem o melhor desempenho entre todas as cotadas nesta sessão. A empresa de correios liderada por João Bento valorizou 3,77%, para 2,864 euros, renovando um máximo de oito meses, depois de ter visto os lucros quase duplicarem entre janeiro e setembro, para 22,9 milhões de euros, fruto do contributo líquido da 321 Crédito e de um efeito positivo ao nível fiscal, de caráter “extraordinário”.

Ações dos CTT em máximos de oito meses

Em sentido inverso, a Galp Energia registou o pior desempenho e derrapou 1,89%, para 14,28 euros. A petrolífera foi pressionada por uma queda expressiva no preço do petróleo nos mercados internacionais, com o Brent a ceder 0,73%, para 60,17 dólares, enquanto o WTI cai 1,80%, para 54,07 dólares o barril.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa contraria Europa com ganhos nos CTT e família EDP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião