Novo Banco vai pedir mais 700 milhões ao Fundo de Resolução

  • ECO
  • 8 Novembro 2019

O valor é superior à necessidade inscrita pelo Governo no Programa de Estabilidade 2019-2023, que previa que o banco liderado por António Ramalho recebesse 600 milhões de euros.

O Novo Banco prepara-se para pedir 700 milhões de euros ao Fundo de Resolução, valor que servirá para cobrir o buraco aberto nas contas do banco e fazer face às necessidades de capital, avança o Jornal Económico (link indisponível) nesta sexta-feira.

Trata-se de um valor superior à necessidade inscrita pelo Governo no Programa de Estabilidade 2019-2023, que previa uma quantia de 600 milhões de euros. O ECO tentou confirmar o valor, estando a aguardar resposta do banco liderado por António Ramalho.

O valor também supera a previsão avançada pela instituição liderada por António Ramalho em meados deste ano. No seguimento da apresentação dos resultados do primeiro semestre, o Novo Banco previu necessitar este ano de 540 milhões de euros por parte do Fundo de Resolução.

Contudo, os 700 milhões de euros antecipados não são um valor fechado, já que a contabilização final só será possível de fazer após a apresentação de resultados relativos à globalidade do ano.

Mas caso se confirme o valor, este acabará por ficar próximo da injeção de capital feita pelo Fundo de Resolução no ano passado que ascendeu a 792 milhões de euros.

Comentários ({{ total }})

Novo Banco vai pedir mais 700 milhões ao Fundo de Resolução

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião