Estes são os dez campos de golf mais ecológicos do mundo. E um é português

Da preservação da vida selvagem à promoção de um futuro de baixo carbono, a comunidade do golfe não está imune e tem feito esforços nesse sentido. Conheça dez campos de golpe mais ecológicos do mundo.

De acordo com a Forbes, só no ano passado foram parar ao oceano cerca de nove milhões de toneladas de plástico. A sustentabilidade é uma necessidade cada vez mais emergente e já estão a ser feitos esforços nesse sentido. Os campos de golfe não são exceção e estão a juntar-se a este movimento global com a missão de reduzir a pegada ambiental e eliminar o plástico. A nível mundial já existem alguns campos de golpe ecológicos e um deles é português, o Troia Golf. Um trunfo de um país que foi considerado o “Melhor Destino de Golfe do Mundo”, pelo quinto ano consecutivo, no World Golf Awards de 2018.

Este levantamento foi feito pelo ‘The golfscape Blog.

  1. Troia Golf, em Portugal
    Troia Golf é um campo de golfe com 36 hectares e 18 buracos que se estende ao longo da costa, com vistas deslumbrantes para a serra da Arrábida. O que diferencia este clube dos demais é a sua biodiversidade, uma vez que possui mais de 60 espécies animal. É uma “espécie” de paraíso para a vida selvagem. Conquistou recentemente o oitavo lugar no “Top 100 Golf Courses in Continental Europe 2019”, da revista Golf World. Já em 2011 foi eleito como um dos melhores campos de golfe do mundo pela Rolex.

    Troia Golf, PortugalD.R
  2. Arabella Golf Mallorca, em Espanha
    Arabella Golf Mallorca é o único campo de golf em Espanha com certificados de sustentabilidade. É um resort de golfe com 63 buracos e quatro campos de golpe com bastante diferenças entre eles. Os campos estão envolvidos por um cenário natural apenas a cinco minutos de Palma. De forma a reduzir o consumo de plástico, o campo de golfe de Maiorca fornece fontes de água minerais. Os praticantes podem usar garrafas de água recarregáveis para saciar a sede.

    Arabella Golf Mallorca, EspanhaD.R
  3. Mission Hills Haikou, China
    Mission Hills Haikou é um dos maiores resorts de golfe mundiais a implementar medidas sustentáveis. Está comprometido com a promoção de baixo carbono, ecologia e proteção ambiental. As iniciativas que promovem incluem a utilização de carrinhos de golfe solares, lagos artificiais para recolher água da chuva para irrigação futura e práticas de gestão de resíduos.

    Mission Hills Haikou, ChinaD.R
  4. Sentosa Golf Club, Singapura
    Sentosa Golf Club (SGC) é uma referência ecológica para todos os campos de golfe do mundo. Em 2006 sofreu uma renovação de 12 milhões de dólares de forma a reduzir a pegada ambiental. Neste resort a água da chuva é reciclada e são usados produtos amigos do ambiente. Têm a prática de usar baterias de ião lítio que são um tipo de bateria recarregável muito utilizadas em equipamentos eletrónicos portáteis. Para além de todas estas iniciativas ecofriendly, o SGC realiza sessões de intercâmbio com os clubes de golfe locais para partilhar a sua experiência e revolucionar a indústria do golfe.

    Sentosa Golf Club, SingapuraD.R
  5. Al Hamra Golf Club, Emirados Árabes Unidos
    Al Hamra Golf Club foi o primeiro clube de golfe do Médio Oriente a livrar-se totalmente do plástico. É um campo com dezoito buracos em torno de quatro lagoas que se fundem com a água do Golfo Arábico. O clube oferece uma garrafa de vidro aos praticantes que podem voltar a encher ao longo dos bebedouros espalhados pelo parque.

    Al Hamra Golf Club, Emirados Árabes UnidosD.R
  6. Osprey Point at Kiawah Island Resort, Estados Unidos
    Osprey Point at Kiawah Island Resort está inserido numa ilha repleta de vegetação, fauna e flora. Em 2014, sofreu uma remodelação total de forma a tornar-se mais sustentável: as superfícies de jogo do campo de golfe são constituídas por uma relva de baixa manutenção que melhora a gestão da água. Este tipo de relva usa águas subterrâneas naturais, o que faz com que não exista a necessidade de adicionar produtos químicos ou outros tratamentos. De forma a preservar a ilha, os hóspedes do resort têm a possibilidade de doar dois dólares por noite durante sua estadia.

    Osprey Point at Kiawah Island Resort, Estados UnidosD.R
  7. Emirates Golf Club, Dubai
    Emirates Golf Club é um campo de golfe que promove medidas sustentáveis através da transição para uma economia de baixo carbono e poupança energética. Focados em reduzir as emissões de carbono e estar a par com a mobilidade elétrica, o clube de golfe disponibiliza carregadores para veículos: os praticantes podem deixar os seus carros a carregar enquanto jogam uma partida de golfe. É o primeiro clube na região a simular a luz do dia para criar uma experiência única de golfe à noite, através de tecnologia LED.

    Emirates Golf Club, DubaiD.R
  8. Silver Lakes Golf & Wildlife Estate, África do Sul
    Silver Lakes Golf, para além de um campo de golfe, é uma reprodução da vida selvagem. O clube possui uma vasta espécie de pássaros e animais selvagens. De forma a produzir novos ecossistemas foram construídas ilhas flutuantes. Para além da preservação da espécie animal são fieis à reciclagem do lixo, utilização de fertilizantes orgânicos e redução do consumo de água através de fontes alternativas.
  9. Laguna Golf Lang Co, Vietnam
    Este campo de golpe, o Laguna Golf Lang Co, tem a peculiaridade de ter uma comunidade de búfalos de água que foram introduzidos para ajudar na manutenção e preservação do campo de uma forma sustentável e inovadora. Comem o excesso de ervas daninhas, ao mesmo tempo que protegem a paisagem tradicional vietnamita.

    Laguna Golf Lang Co, VietnameD.R
  10. Handara Golf Resort, Bali
    Handara Golf é um campo de golpe inserido numa montanha com uma missão bastante peculiar. Convida todos aqueles que por lá passam a participar num estilo de vida mais ecológico, contribuindo assim para a preservação natural do campo de golfe. O resort disponibiliza um horta onde os hóspedes podem colher legumes para as suas saladas. Para além de preocuparem-se com uma alimentação mais saudável, o Handara Golf tem como premissa a redução do consumo de energia e água e a gestão dos resíduos.

    Handara Golf Resort, BaliD.R

O ECO recusou os subsídios do Estado. Contribua e apoie o jornalismo económico independente

O ECO decidiu rejeitar o apoio público do Estado aos media, porque discorda do modelo de subsidiação seguido, mesmo tendo em conta que servirá para pagar antecipadamente publicidade do Estado. Pelo modelo, e não pelo valor em causa, cerca de 19 mil euros. O ECO propôs outros caminhos, nunca aceitou o modelo proposto e rejeitou-o formalmente no dia seguinte à publicação do diploma que formalizou o apoio em Diário da República. Quando um Governo financia um jornal, é a independência jornalística que fica ameaçada.

Admitimos o apoio do Estado aos media em situações excecionais como a que vivemos, mas com modelos de incentivo que transfiram para o mercado, para os leitores e para os investidores comerciais ou de capital a decisão sobre que meios devem ser apoiados. A escolha seria deles, em função das suas preferências.

A nossa decisão é de princípio. Estamos apenas a ser coerentes com o nosso Manifesto Editorial, e com os nossos leitores. Somos jornalistas e continuaremos a fazer o nosso trabalho, de forma independente, a escrutinar o governo, este ou outro qualquer, e os poderes políticos e económicos. A questionar todos os dias, e nestes dias mais do que nunca, a ação governativa e a ação da oposição, as decisões de empresas e de sindicatos, o plano de recuperação da economia ou os atrasos nos pagamentos do lay-off ou das linhas de crédito, porque as perguntas nunca foram tão importantes como são agora. Porque vamos viver uma recessão sem precedentes, com consequências económicas e sociais profundas, porque os períodos de emergência são terreno fértil para abusos de quem tem o poder.

Queremos, por isso, depender apenas de si, caro leitor. E é por isso que o desafio a contribuir. Já sabe que o ECO não aceita subsídios públicos, mas não estamos imunes a uma situação de crise que se reflete na nossa receita. Por isso, o seu contributo é mais relevante neste momento.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Estes são os dez campos de golf mais ecológicos do mundo. E um é português

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião