Quantos anos trabalham os portugueses até à reforma? Mais que a média da UE

Portugal era, no final do ano passado, o oitavo país da UE onde se esperava uma maior duração da vida profissional, apresentando um tempo de vida ativa 1,8 anos superior à média europeia.

Em Portugal, trabalha-se muitos anos até chegar à reforma? Trabalha. Mais do que a média dos restantes países europeus, de acordo com os dados do Eurostat. A vida ativa dura quase mais dois anos do que na União Europeia, num total de 38 anos.

De acordo com os dados divulgados esta sexta-feira pelo Eurostat, em 2018 a média de anos trabalhados pelos europeus foi de 36,2 anos. Esta média varia, contudo, entre homens e mulheres: é de 38,6 anos para o sexo masculino e de 33,7 para o feminino.

Portugal era, no final do ano passado, o oitavo país da UE onde se esperava uma maior duração da vida profissional, apresentando um tempo de vida ativa 1,8 anos superior à média europeia. O país é ultrapassado, por exemplo, pela Dinamarca onde pode chegar aos 39,9 anos, Holanda (40,5) e na Suécia (41,9). Fora da UE, a realidade é ainda pior. Na Suíça, por exemplo, os suíços trabalham 42,7 anos em toda a vida.

Duração prevista da vida profissional em 2018. Fonte: EurostatEurostat

Em sentido inverso, a duração prevista da vida profissional era, no ano passado, menor em Itália (31,8), na Croácia (32,4), na Grécia (32,9), na Bulgária (33,1) e na Bélgica (33,2).

O gabinete de estatístico europeu sublinha ainda que estes números têm vindo a aumentar, já que em 2017 a expectativa média era de 33,4 anos (menos 0,3 do que no ano seguinte) e em 2000 menos 3,3 anos.

Comentários ({{ total }})

Quantos anos trabalham os portugueses até à reforma? Mais que a média da UE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião