Otimismo e luxo dão gás à Europa. Bolsa de Lisboa também avança

As bolsas europeias abriram em alta com alívio das tensões comerciais entre EUA e China e a notícia da compra da Tiffany pela Louis Vuitton. Praça portuguesa sobe com ganhos na banca e energia.

As bolsas europeias abriram em alta e estão a seguir o rumo traçado pelas praças asiáticas. A sessão está a ser impulsionada por um maior otimismo em torno do acordo comercial sino-americano, mas também da notícia do acordo para a fusão da Louis Vuitton com a Tiffany.

O pan-europeu Stoxx 600 ganha 0,5%, com as principais praças da Europa a valorizarem na mesma linha. Os ganhos são mais modestos em Portugal, mas ainda assim de 0,34%, com o PSI-20 a cotar em 5.198,2 pontos.

A contribuírem para a recuperação do principal índice nacional estão, sobretudo, os setores da banca e da energia. O BCP valoriza 0,44%, para 20,42 cêntimos, enquanto a EDP Renováveis soma 0,20% e a EDP 0,19%.

Mas é nas papeleiras que se registam os melhores desempenhos. A Navigator está a ganhar 2,38%, para 3,61 euros, reagindo positivamente à notícia de que António Redondo é o novo presidente executivo da empresa. A Altri ganha 1,21%, para 5,84 euros.

Navigator ganha mais de 2% com novo CEO

Estas ações são mais sensíveis às questões comerciais, pelo que as valorizações são também explicadas pelo maior otimismo face à possibilidade de os EUA e a China fecharem um acordo mais substancial em breve. A imprensa internacional aponta esta segunda-feira que os dois países estão “muito perto” de chegarem a um consenso em torno da estrutura do documento inicial.

Contudo, as fusões e aquisições também estão a dar gás às bolsas europeias. O conglomerado de luxo francês LVMH Möet Hennessy Louis Vuitton aceitou pagar 16,2 mil milhões de dólares para ficar com a norte-americana Tiffany, ou 135 dólares por ação. Os títulos da Louis Vuitton avançam 1,45%, mais 401,95 euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Otimismo e luxo dão gás à Europa. Bolsa de Lisboa também avança

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião