Escola quer comprar carro de luxo “novo ou usado”, mas com escape desportivo. Dá Porsche à retoma

  • ECO
  • 6 Dezembro 2019

A Escola Profissional Amar Terra Verde é comparticipada pelos municípios de Vila Verde, Amares e Terras de Bouro. Quer comprar um carro de luxo dando um Porsche à retoma.

A Escola Profissional Amar Terra Verde, em Vila Verde, lançou um concurso público para adquirir um carro de desportivo, de luxo, e que, segundo o caderno de encargos, deve ter um preço-base de 100 mil euros, avança o Público (acesso condicionado). A instituição em causa é comparticipada pelos Municípios de Vila Verde, Amares e Terras de Bouro, mas os respetivos autarcas descartam quaisquer responsabilidades.

De acordo com a análise Público a partir do caderno de encargos, o carro que a escola pretende adquirir tem especificidades de luxo: “uma cilindrada de 2.998 cm3, 265 cavalos; pode ser novo ou usado, mas não deve ter mais de 11 mil quilómetros. Volante desportivo em pele, tapetes em alcatifa aveludada e bancos dianteiros aquecidos e com massagem”. Além disso, é ainda exigido que o sistema de escape, travões e transmissão automática sejam desportivos.

Este aquisição estará a ser realizada em regime de leasing. Segundo o mesmo jornal, a escola pretende dar como retoma um Porsche Panamera de 2012, versão 970, com uma cilindrada de 2.967 cm3, 250 cavalos e quatro lugares, 147 mil quilómetros e também tem estofos de pele. A avaliação será, no mínimo, de 40 mil euros.

Além da Escola Profissional Amar Terra Verde ser comparticipada em 49% por três municípios, já recebeu mais de 13,8 milhões de euros em fundos comunitários entre 2015 e 2018. Confrontado pelo Público com a situação, o responsável pela instituição, João Luís Nogueira, não prestou esclarecimentos.

Ao mesmo tempo, os autarcas de Vila Verde, Amares e Terras de Bouro limitaram-se a emitir um comunicado conjunto, onde referem que apenas tomaram conhecimento da situação através do jornal e descartam responsabilidades sobre “eventuais” exageros. “A partir do procedimento de aumento de capital e de acordo com o caderno de encargos, os municípios deixaram de ter qualquer responsabilidade financeira na respetiva sociedade”, lê-se no documento, acrescentando que “todos os atos praticados, assim como a sua responsabilidade, não pode ser atribuída aos municípios, os quais se demarcam desde já, sobretudo dos exageros que possam ou sejam cometidos”.

(Notícia corrigida para alterar o carro a comprar que não tem de ser Porsche, mas sim um desportivo de luxo. Dá um Porsche à retoma)

Comentários ({{ total }})

Escola quer comprar carro de luxo “novo ou usado”, mas com escape desportivo. Dá Porsche à retoma

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião