Governo baixou previsão de crescimento para 1,9% na última semana

Nos últimos dias, o Governo reviu em baixa a previsão de crescimento económico optando por uma mensagem de maior prudência. O novo cenário do Executivo aponta para uma manutenção do crescimento.

O Governo reviu em baixa em uma décima para 1,9% a previsão de crescimento económico para 2020. Esta alteração nas previsões indica que o Executivo aponta agora para uma estabilização do crescimento face a 2019, em vez de uma aceleração como disse o ministro das Finanças há uma semana aos partidos.

A nova previsão de 1,9% foi avançada pelo Dinheiro Vivo e confirmada pelo ECO. Na terça-feira passada, Mário Centeno disse aos partidos que preparava o Orçamento com uma previsão de crescimento do PIB de 2%.

Esta previsão era igual à que estava no draft do Orçamento do Estado, entregue em 15 de outubro, mas acima das previsões feitas pelas restantes instituições que acompanham Portugal.

A conjuntura internacional terá sido decisiva para o novo cenário que aponta para a estabilização em vez de uma aceleração. O Governo decidiu assim optar por passar uma mensagem de maior prudência face ao cenário externo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo baixou previsão de crescimento para 1,9% na última semana

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião